Na última segunda-feira (01), a atriz Samantha Marie Ware acusou a ex-colega de profissão Lea Michele de transformar sua vida em um inferno durante as gravações de Glee – série da qual participaram juntas.

Em virtude dos recentes acontecimentos nos Estados Unidos, Michele havia se pronunciado no Twitter acerca do homicídio de George Floyd, que foi morto por asfixia por um policial branco.

Na postagem, ela escreve: George Floyd não merecia isso. Isso não foi um incidente isolado e deve acabar”.

Não demorou muito até que Samantha compartilhasse a publicação e rebatesse a mensagem de empatia da ex-colega de profissão, escrevendo: “Lembra-se quando você fez da minha primeira aparição na televisão um inferno? Porque eu nunca irei esquecer. Creio que você disse a todos que, se tivesse a oportunidade, “cagaria na minha peruca”, entre outras microagressões traumáticas que me fizeram questionar uma carreira em Hollywood”.

Aproveite para assistir:

Agora, em um texto enviado à revista People, Michelle, que viveu Rachel Berry na produção musical, se desculpou pelo que aconteceu, alegando que não se lembra do que aconteceu, mas que isso não é o que importa.

“O que importa é que eu claramente agi de maneira a machucar outras pessoas”, ela disse.

Leia a transcrição da declaração, na íntegra:

“Uma das lições mais importantes que aprendi nas semanas anteriores é que precisamos tomar o tempo necessário para ouvir e aprender sobre as perspectivas de outras pessoas e qualquer papel que interpretamos ou qualquer coisa em que podemos ajudar a trazer essas injustiças à tona.

Quando fiz o tweet em outro dia, queria mostrar apoio para nossos amigos e vizinhos e comunidades de cor durante essa época muito difícil. Mas a resposta que recebi sobre o que postei também me fez focar especificamente em quanto meu comportamento para com outros membros do elenco foi encarado.

Enquanto não me lembro de ter feito desse específico comentário e eu nunca julguei outros por sua história ou cor da pele, esse não é o ponto. O que importa é que eu claramente agi de modo a magoar outras pessoas.

Sendo minha posição de privilégio e perspectiva o que me fez ser vista como insensível e inapropriada, ou até mesmo minha imaturidade e meu gênio, eu peço desculpas por meu comportamento e por qualquer dor que eu tenha causado. Todos nós podemos crescer e mudar e eu tenho definitivamente usado esses meses para refletir sobre isso.

Estou a alguns meses de me tornar mãe e sei que preciso continuar trabalhando em mim mesma e acatar responsabilidade por minhas ações, para que eu seja um modelo para minha criança e possa passar para frente minhas lições e erros, para que eles possam aprender comigo. Eu ouvi às críticas e estou aprendendo. Peço desculpas e serem melhor no futuro.”

Nas últimas semanas, Ryan Murphy postou em seu Instagram uma mensagem um tanto quanto inquietante sobre a adorada série musical Glee.

O criador já havia falado sobre possíveis reboots no passado, mas sua ideia para uma refilmagem do episódio piloto da produção deixou os fãs com sentimentos mistos.

“Imagine que é 2009 e eu vivo em um mundo onde conheço Lea MicheleBen PlattBeanie Feldstein […]. Se eu tivesse acesso a esse tipo de talento, aqui estaria o novo piloto: Lea e Ben são frenemies que brigam pelo coração e pela alma do Glee Club. Ben também está no time de futebol e basicamente dorme com a escola inteira. Beanie é a melhor amiga dos dois. De repente, Beanie une forças com Sue Sylvester, entra para o corall e se torna a soloísta principal e a estrela impiedosa do clube. Lea e Ben unem forças, então, para destroná-la. EU QUERO RODAR ESSE PILOTO. Talvez eu irei?”, ele escreveu.

Confira as reações abaixo:

“O novo elenco de Glee“.

“Reboot de Glee, mas só se Darren Criss interpretar Sue Sylvester”.

Ryan Murphy escrevendo um reboot de Glee com novos personagens e ignorando completamente o fato de que as pessoas só assistiam a esse show ruim porque gostavam dos personagens originais”.

“Então, Ryan Murphy quer fazer um reboot de Glee com o mesmo elenco, mesmo eles tendo entre 30 e 35 anos, e Ben Platt”.

Glee foi criado pelo trio formado por MurphyBrad FalchukIan Brennan, conhecidos por criarem também shows como American Horror Story’ Pose, sucessos de público e de crítica.

A produção teve estreia em maio de 2009 e foi encerrada em março de 2015, ajudando a lançar a carreira de nomes como Lea MicheleDarren Criss Cory Monteith (que infelizmente faleceu durante as gravações da quinta temporada).

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE