Recém-nascido, serviço já oferece opções muito boas para os assinantes

O ambicioso serviço de streaming da Warner Mídia, HBO Max, se vendeu como o lar de diversas produções de sucesso, tanto em série quanto longa metragem, que por tanto tempo enriqueceram as transmissões do canal HBO. Poucos dias após seu lançamento, o serviço mostra sinais de estar “engatinhando”, com diversos filmes de propriedade da Warner ainda faltando no catálogo.

No entanto, o mesmo não pode ser dito das séries, em especial as do HBO. Para além de sucessos modernos como Game of Thrones ou Euphoria o que não falta ao espectador são opções de entretenimento que reúnem grandes nomes do cinema com qualidade técnica reconhecida pelos incontáveis prêmios Emmy. A seguir, confira cinco indicações de produções que podem ser apreciadas desde já.

5) The Newsroom

Jornalismo é um prato cheio para qualquer roteirista; a busca incessante pela verdade, os dilemas éticos e morais da profissão, bem como as consequências políticas de eventuais desdobramentos são elementos que despertam a curiosidade. De Alan J. Pakula à Billy Wilder, nomes pesados do cinema já produziram obras inesquecíveis sobre a temática e com Aaron Sorkin não foi diferente.



Jeff Daniels lidera série sobre cotidiano de um canal de notícias.

Entre 2012 e 2014 o premiado roteirista desenvolveu The Newsroom, um seriado sobre o cotidiano de uma equipe de telejornal; ao passo que suas vidas pessoais inevitavelmente interferem na vida profissional, Sorkin acha espaço para discutir assuntos naturais do próprio jornalismo como integridade e honestidade para com o público. Uma coisa é certa, a música Fix You do Coldplay nunca mais soará da mesma forma.

4) Succession

Outro tema constantemente retratado no drama são as relações familiares e os problemas advindos delas, principalmente quando há muito dinheiro envolvido no clã. Com duas temporadas e uma terceira confirmada, The Succession acompanha a família Roy cujas posses atravessam diversos conglomerados da mídia e entretenimento. Desde cedo a série estabelece que a frágil relação familiar orbita em torno do patriarca, Logan, ao passo que seus filhos tendem a sempre ter que se adaptar aos desejos do pai.

Aproveite para assistir:

A briga pelo poder vai partir a família Roy ao meio.

No entanto, após uma situação mostrar que Logan não pode permanecer no controle dos negócios, é levantada a dúvida sobre quais dos filhos poderiam sucedê-lo e nesse ponto é mostrada as rachaduras emocionais presentes nesses indivíduos. A série conta, dentre seus produtores executivos, com o nome de Adam McKay que se popularizou com filmes como A Grande Aposta e Vice; ambos sendo dramas satíricos da crise de 2008 e do ex vice-presidente Dick Cheney. Em Succession é perceptível que o alvo do diretor é o conceito de famílias extremamente poderosas e ricas dos EUA.

3) Eu Terei Sumido na Escuridão

Produções sobre crimes reais são, a essa altura, produções facilmente consumidas pelo público já há muito tempo. Seja programas antigos como Linha Direta ou Medical Detectives ou recentes minisséries documentais como Os Filhos de Sam ou Caso Evandro, passando até mesmo pela infinidade de canais no YouTube destinados a esse gênero em específico, é mais do que evidente que tal nicho é bem consolidado.



Michelle McNamara traz à tona os obscuros crimes do primeiro Nightstalker.

Dessa maneira, em 2019 a HBO lançou uma adaptação em formato de documentário do livro Eu Terei Sumido na Escuridão, escrito por Michelle McNamara. Inicialmente tendo fundado um blog sobre crimes reais em 2008, a autora iniciou uma verdadeira investigação particular quando pesquisou mais a fundo sobre uma onda de homicídios e ataques sexuais que aconteceram no norte da Califórnia nos anos 70 e, principalmente, sobre como esses crimes são pouco conhecidos apesar da gravidade deles.

2) Bonnie & Clyde: Uma Rajada de Balas

Ok, esse não é outro seriado. No entanto, é um dos filmes mais importantes da história do cinema. Por volta de 1967 o diretor Arthur Penn mexeu com o modo com que Hollywood produzia filmes ao entregar um relato sobre o famoso casal de ladrões dos anos 30; não à toa o projeto é conhecido como o ponto de partida do movimento chamado Nova Hollywood que comandou as produções dos anos 70.

Um clássico absoluto do cinema no final dos anos 60.

Graças à forma inovadora com que o filme tratou de temas como sexo e violência, além de detalhes técnicos que pouco eram vistos em obras de Hollywood, Bonnie & Clyde se tornou um símbolo do movimento de contra-cultura que se iniciava no final dos anos 60, além de um sinal de amadurecimento tanto da indústria do cinema quanto do público.

1) Boardwalk Empire

Os Sopranos é uma das grandes produções da HBO em todos os tempos; infinitamente respeitada e premiada por suas contribuições ao modelo de se produzir seriados. Mesmo assim, como tudo que é bom a série teve um fim e, da mesma forma que hoje se discute qual será o novo Game of Thrones, no final da década de 2000 se discutia qual seria o próximo Sopranos.

Boardwalk Empire” foi um projeto extremamente ambicioso.

Eis que surge o ano de 2010 e com ele um projeto ambicioso proposto por Terence Winter (que roteirizou alguns episódios de Sopranos) sobre o submundo da máfia de bebidas alcoólicas durante a lei seca dos anos 20. O seriado teve como protagonista o ator Steve Buscemi e um elenco de apoio com nomes como Michael Shannon, Jeffrey Wright e Kelly Macdonald; para além do grupo de atores a produção ainda teve Martin Scorsese como produtor e diretor do episódio piloto. 

Após cinco temporadas, Boardwalk Empire se concretizou como um importante marco na HBO, fazendo por merecer todos os prêmios e elogios. O fato também de ter um nome como o de Scorsese envolvido torna ainda mais admirável o nível da produção como um todo. 

 



Comentários

Não deixe de assistir: