Em seu perfil do Twitter, J. K. Rowling, autora da saga ‘Harry Potter‘, se envolveu em uma polêmica ao publicar uma mensagem transfóbica, acidentalmente.

Depois de compartilhar o desenho de uma fã de 09 anos, Rowling opinou sobre a arte e escreveu uma frase em referência a uma briga entre a ativista transgênero Tara Wolf e agitadoras anti-trans, chamadas de TERFs (feministas radicais trans-excludentes).

Pelo visto, Rowling copiou a frase na tentativa de resgatar um evento no qual Wolf dizia ameaçar as TERFs, o que chamou a atenção da comunidade LGBTQl+.

A frase diz o seguinte:

“No tribunal, Wolf afirmou que o post no Facebook em que ela disse que queria ‘f*der algumas TERFs’ era apenas uma ‘ameaça’.”

Confira:

Eu amei esse fabuloso Ickabog, com suas asas de morcego, olhos hipnotizantes e seus dentes sangrentos e aterrorizantes. No tribunal, Wolf afirmou que o post no Facebook em que ela disse que queria ‘f*der algumas TERFs’ era apenas uma ‘ameaça’.”

Aproveite para assistir:

Depois de perceber o erro, a autora excluiu o post rapidamente e pediu desculpas pela ‘frase desconexa’.

No entanto, um fã a criticou pela atitude transfóbica.

Confira:

“Desculpe pela frase aleatória e totalmente desconectada que apareceu por aqui. Eu apenas colei acidentalmente parte de uma mensagem não muito idiota que acabei de receber.”, disse ela.

Então o fã respondeu:

“Você está se desculpando pelo erro ou por perpetuar a transfobia?”

Essa não é a primeira vez que Rowling se envolve em polêmicas do tipo. E apesar de afirmar que não é contra a liberdade de gênero, ela já admitiu que é leitora de aites anti-trans.

Há alguns anos, ela também foi duramente criticada por compartilhar trechos de entrevistas tentando minimizar a luta da comunidade transgênero.

Lembrando que seu novo livro infantil, intituladoO Ickabog’, já está disponível oficialmente em português.

Os primeiros cinco capítulos já revelados podem ser lidos em português aqui.

Segundo a autora, a ideia surgiu há muito tempo e foi contada para seus dois filhos mais novos capítulo por capítulo por todas as noites até que ela conseguisse terminá-la. A decisão de finalmente publicá-lo veio com o anúncio do lockdown, como forma de manter as crianças entretidas.

O Ickabog será publicado gratuitamente no site através de iterações e ao longo das próximas sete semanas – de acordo com informações, “um capítulo (ou dois, ou três) por vez. Não é Harry Potter e é uma história totalmente diferente”.

Ao todo, a narrativa é composta por 34 partes, com a versão física programada para lançamento em novembro de 2020.

Além disso, Rowling está promovendo um concurso em que as crianças terão a chance de ilustrar o livro. Os editores ficarão responsável pelo resultado final e 34 dos melhores desenhos (um por capítulo) serão inclusos na versão final.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE