Em uma recente entrevista à Variety, a multitalentosa e vencedora do Oscar Lady Gaga revelou se participaria de algum filme de super-heróis no futuro – e a resposta pode não ter agradado tanto assim.

Gaga comentou que sempre está em busca de um roteiro e de uma história excepcionais e que, para ela, é sempre necessário participar de um projeto que tenha algo para dizer.

“Talvez [eu participe]. É muito difícil para mim dizer que eu não faria algo. Acho que, no geral, não estou interessada em fazer essas coisas que não têm alguma coisa importante a dizer”, ela revelou.

Em uma recente coletiva de imprensa atendida pelo CinePOP, Gaga comentou sobre seu processo de encarnar Patrizia Reggiani no drama biográfico ‘Casa Gucci’, pelo qual sua atuação foi extremamente aclamada pelos especialistas.



A atriz e cantora comentou em outras entrevistas que não queria que ninguém lhe contasse sobre Patrizia e sua personalidade, decidindo investigar como ela se comportava e descobrir por conta própria como a levaria para as telonas.

“Sabe, eu passei muito tempo lendo sobre ela, assistindo a entrevistas que ela dava, assistindo a entrevistas sobre ela, também, mas tentei não ler muita coisa ou assistir muita coisa que firmasse uma opinião sobre ela”, ela revelou. “Porque eu realmente quis criar a minha própria [opinião]. Eu foquei em quem ela era e o motivo disso ter acontecido por longo tempo, mas acreditei ser significativo e importante para garantir que eu era uma espécie de jornalista ao me aproximar do papel, por ser uma pessoa real. E uma pessoa que, em várias de suas entrevistas, mente o tempo todo”.

Aproveite para assistir:

Gaga continua: “queria conseguir decifrar por conta própria como ela se comporta quando mente, como ela se comporta quando não está mentindo… E quem era a verdadeira mulher, Patrizia Reggiani, antes de se casar, antes de matá-lo. Há menos [coisas] sobre ela, ela era mais jovem, então queria construir a infância dela e acredito que ela era uma mulher verdadeira que se apaixonou, e acredito que não apenas amava Maurizio, e sim amava o que ele significava e como ele a empoderava dentro dos negócios da família. E quando isso foi tirado dela, creio que agiu de um jeito diferente da maioria das mulheres – a maioria delas não encomenda o assassinato dos maridos. E, da mesma forma, acredito em um sistema, em um tipo de opressão sistêmica que ela enfrentou. Isso aconteceu, porque ela simplesmente foi machucada”.



Logo pelos trailers, é notável como a narrativa, adaptada do romance homônimo assinado por Sarah Gay Forden, é centrada na complexa dinâmica entre Patrizia e Maurizio, cuja história de amor e de confiança se transformou em uma tragédia que marcou a história contemporânea. Mais do que isso, a caracterização de Gaga transmuta de uma mulher com vários sonhos para alguém que observou, impotente, a realidade a que estava acostumada se desmantelar de uma vez.

A artista sempre carregou os elementos da arte performática para viver cada uma das personagens que interpretou, fosse no mundo da música ou no cinematográfico. Para ‘Casa Gucci’, Gaga recorreu a um método um tanto quanto inesperado – e se inspirou em felinos para fornecer o máximo de emoção e de credibilidade à Patrizia.

“Eu realmente queria garantir ao lado [da figurinista] Janty [Yates], que é incrível, que fez todas as roupas para o filme, que Patrizia nunca ficasse tão brilhante quanto os Gucci e eu nunca quis que a moda falasse. E em termos da fisicalidade da atuação, na verdade, eu me baseei em três animais com que estava trabalhando: no começo da vida [de Patrizia], eu era uma gata, uma gata doméstica; no meio do filme, no segundo ato, eu era uma raposa, então estudei o modo como as raposas caçavam, e elas são bem brincalhonas quando fazem isso; e, então, estudei panteras para o fim. Para o terceiro ato do filme, ela se torna esse felino enorme. Assisti a vários vídeos sobre o modo como as panteras caçam e elas são sedutoras quando o fazem, elas seduzem e depois atacam. Tenho certeza de que todos sabem que existe uma grande diferença entre os três animais, então usei para descobrir a fisicalidade da personagem”.

Ao longo da produção, Patrizia amadurece. Ela conhece Maurizio com apenas 22 anos de idade e permanece na vida do herdeiro Gucci até quase cinquenta anos. Gaga também comentou que interpretá-la em uma cronologia que abarcou trinta anos foi desafiante e que todo seu processo funcionou como um laboratório de ciências.

“Eu diria que interpretar alguém que o filme destrincha em trinta anos… Primeiramente, eu vivendo alguém com 22, 25 anos é ridículo, (risos) mas obrigada, Ridley [Scott, diretor], por acreditar em mim dessa maneira… Mas foi um desafio. O trailer onde me preparava todos os dias era como um laboratório de ciências”.

Ela continua: “tínhamos fotos de continuidade que estavam na ordem das cenas, para que soubéssemos como eu estava a qualquer momento; havia quinze perucas lá dentro, que eram réplicas reais do modo como [Patrizia] usava seu cabelo em tempos precisos de sua vida, que conseguimos encontrar em fotografias; [as perucas] eram específicas da época, até mesmo os químicos que usamos para tingi-las eram específicos. Tudo o que fizemos foi bastante preciso. De manhã, eu poderia estar rodando uma cena em que ela estivesse no final dos 30 anos ou no começo dos 40, e logo depois eu tinha que fazer uma cena em que tinha 25”.

Quanto ao restante do elenco e da equipe técnica e criativa que a acompanhou nessa jornada, Gaga não poupou elogios e comentou que tudo funcionou tão bem pelo fato de todos estarem organizados e prontos para qualquer tarefa a ser cumprida:



“Nós íamos e voltávamos, mas, por estarmos bem organizados, estávamos sempre prontos. Era isso o que meu diretor merecia, o que meus colegas mereciam. Eu sempre queria chegar na hora certa no set e também sempre queria estar pronta para ser uma determinada versão de Patrizia naquela cena. Devo dizer que todos, acredito, fizeram esse trabalho e não consigo dizer coisas maravilhosas o suficiente sobre meu elenco. Foi um prazer imenso trabalhar com Adam todos os dias, foi um prazer imenso trabalhar com cada um dos atores, porque todos se importavam e todos queriam que tudo fosse o melhor possível”.

Lembrando que o filme continua em exibição nos cinemas nacionais.

Ridley Scott (‘Perdido em Marte’) entra como diretor.

Casa Gucci‘ é inspirada na chocante história real do império da família por trás da italiana casa de moda Gucci. Abrangendo três décadas de amor, traição, decadência, vingança e em última instância, assassinato, vemos o que um nome significa, o que vale e quão longe uma família para se manter no controle.


Jeremy IronsJared LetoAl PacinoSalma Hayek, Jack Huston e Reeve Carney também estrelam.

A trama é adaptada do romance de não-ficção ‘The House of Gucci: A Sensational Story of Murder Madness, Glamour, and Greed’.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: