Nos últimos meses, o ator Ray Fisher se tornou alvo de uma polêmica depois que acusou o diretor Joss Whedon e o produtor Geoff Johns de comportamento abusivo nos bastidores de ‘Liga da Justiça’.

Desde então, o intérprete do Ciborgue tem colaborado com as autoridades contratadas pela Warner Bros para investigar o ocorrido.

No entanto, parece que o astro se desentendeu com o investigador envolvido no caso.

Em seu perfil no Twiiter, Fisher aconselhou testemunhas a se recusarem a responder qualquer tentativa de contato com o investigador.

Na publicação, ele diz que “o estúdio está propagando mentiras e não está agindo com transparência durante as investigações.”

Aproveite para assistir:

Confira:

“Devido a uma proposital falta de transparência (e, em alguns casos, mentiras descaradas) da Warner Pictures e da agência independente contratada por eles para investigar [o que aconteceu em] Liga da Justiça‘, fiz pedido oficial pela troca do investigador à WarnerMedia.”

“Para proteger todas as testemunhas envolvidas e as informações que elas possuem, eu aconselho a todos que forem contatados pelo atual investigador a se negarem respeitosamente a prestar depoimento até que uma agência verdadeiramente independente seja contratada.”


Até o momento, a Warner Media não se pronunciou sobre as alegações de Fisher.

Há alguns dias, Jason Momoa saiu em defesa do colega de elenco.

Em uma longa publicação feita em sua conta oficial do Instagram, o intérprete do Aquaman ainda revelou que coisas muito sérias aconteceram nos bastidores das refilmagens de Whedon, alegando ainda que a Warner teria vazado um falso anúncio de sua escalação para um novo filme do estúdio, a fim de abafar as revelações de Fisher.

Confira:

“Essa m**** precisa parar e precisa ser vista com atenção. Ray Fisher e todos aqueles que vivenciaram o que aconteceu sob os olhos da Warner Bros. precisam de uma investigação adequada. Eu só acho f***** as pessoas terem soltado um falso anúncio de Frosty, sem a minha permissão, para tentar distrair do fato de Ray Fisher estar falando sobre o jeito de m**** que fomos tratados nas regravações de Liga da Justiça. Coisas sérias aconteceram. Isso precisa ser investigado e as pessoas precisam ser responsabilizadas”.

O falso anúncio de Frosty, ao qual Momoa se refere, seria uma referência a uma matéria feita pelo portal Deadline, que afirma que Momoa fora escalado para dublar a voz de Frosty, o boneco de Neve,  em um filme da Warner Bros.

Momoa sugere que o estúdio vazou o anúncio para desviar a atenção da polêmica de Fisher.


Entenda o caso

O ator Ray Fisher fez sérias acusações contra o diretor Joss Whedon, alegando que os produtores-executivos Geoff Johns e Jon Berg permitiram um comportamento “nojento e abusivo” durante as filmagens de ‘Liga da Justiça‘.

“O tratamento de Joss Whedon no set com o elenco e na equipe da ‘Liga da Justiça’ foi nojento, abusivo, pouco profissional e completamente inaceitável. Isso foi permitido, de várias maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade> Entretenimento”, afirmou.


Pouco depois, o diretor Kevin Smith apoiou o ator Ray Fisher e revelou mais detalhes sobre o comportamento de Joss Whedon no set de ‘Liga da Justiça‘.

Segundo ele, já existiam histórias nos bastidores de que Joss Whedon estava “desmerecendo” o trabalho do Zack Snyder.

No episódio mais recente do podcast Fatman Beyond, Kevin Smith endorsou os comentários de Fisher:

“Um dia eu visitei o set de A Ascensão Skywalker, e fiquei conversando com pessoas que tinham trabalhado nas duas versões de Liga da Justiça. O pessoal dos efeitos especiais disse que Joss tinha o hábito de falar mal da versão de Zack [Snyder]. Ele cortava, descartava e era negativo quanto à versão de Zack, que ele havia assistido e que todas aquelas pessoas haviam feito juntas. Eles disseram que o set ficou bem tóxico”, afirmou. 


O ator que viveu o Ciborgue chegou até a alegar que o produtor-executivo Geoff Johns chegou a ameaçar sua carreira.  Após a denúncia, a Warner Bros. começou uma investigação para descobrir a verdade por trás das alegações.

Whedon e Johns permaneceram em silêncio após as alegações de Fisher em julho.

Porém, recentemente a Warner Bros. afirmou que o ator não está colaborando com as investigações.

Leia a declaração completa da Warner Bros.:

Em julho, os representantes de Ray Fisher pediram ao presidente da DC Films, Walter Hamada, que conversasse com o Sr. Fisher sobre suas preocupações durante a produção de ‘Liga da Justiça’. Os dois já haviam se falado quando o Sr. Hamada pediu que ele repetisse seu papel como Ciborgue em Flash, juntamente com outros membros da Liga da Justiça. Em sua conversa de julho, o Sr. Fisher relatou divergências que teve com a equipe de criação do filme em relação à sua interpretação de Ciborgue, e reclamou que as revisões sugeridas do roteiro não foram adotadas. O Sr. Hamada explicou que diferenças criativas são uma parte normal do processo de produção e que o roteirista / diretor de um filme deve, em última instância, ser responsável por esses assuntos. Notavelmente, o Sr. Hamada também disse ao Sr. Fisher que elevaria suas preocupações à WarnerMedia para que eles pudessem conduzir uma investigação.

Embora o Sr. Fisher nunca tenha alegado qualquer conduta indevida contra ele, a WarnerMedia, no entanto, iniciou uma investigação sobre as preocupações que ele havia levantado sobre a representação de seu personagem. Ainda não satisfeito, Fisher insistiu que a WarnerMedia contratasse um investigador independente. Este investigador tentou várias vezes se encontrar com o Sr. Fisher para discutir suas preocupações, mas, até o momento, o Sr. Fisher recusou-se a falar com o investigador. A Warner Bros. continua comprometida com a responsabilidade e o bem-estar de cada elenco e membro da equipe em cada uma de suas produções. Ele também continua empenhado em investigar qualquer alegação específica e confiável de má conduta, que até agora o Sr. Fisher não forneceu.

Vale lembrar que o papel do Ciborgue foi drasticamente reduzido nas refilmagens de Whedon, mas Zack Snyder prometeu que dará ao personagem o destaque merecido no novo corte do filme, que tem previsão de estreia para 2021 na HBO Max

Confira as imagens promocionais:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE