Warner Bros. finalmente divulgou o trailer do aguardado Matrix Resurrections’, quarto filme da icônica franquia sci-fi.

O trailer é embalado por uma música que combina perfeitamente com ele: “White Rabbit“, de Jefferson Airplane.

O primeiro ‘Matrix‘ começou com um apático Thomas Anderson (Reeves antes de se tornar Neo totalmente) quando seu computador começou a se comunicar com ele, direcionando-o a “seguir o coelho branco”. A frase é uma referência às ‘Aventuras de Alice no País das Maravilhas‘, mas no filme se manifestava como uma jovem em um clube, que Neo teve que seguir para encontrar a saída.

Na música, Jefferson Airplane usa a história de Alice (as pílulas da própria Alice) como uma metáfora para o uso recreativo de drogas e a expansão da mente que veio com ele.



Ouça e assista ao trailer:

Aproveite para assistir:

A produção traz de volta nomes como Keanu Reeves (Neo), Carrie-Ann Moss (Trinity), Jada Pinkett-Smith (Niobe) e Daniel Bernhardt (Agente Johnson), além de introduzir Yahya Abdul-Mateen II, Neil Patrick Harris, Christina Ricci e Priyanka Chopra.



Lana Wachowski retorna na cadeira de direção em uma história que promete recomeçar a incrível narrativa iniciada nos anos 1990, apresentando um mundo totalmente remodelado e recheado de reviravoltas que prometem revitalizar o panteão. E, pensando nisso, preparamos uma breve matéria com os principais pontos para prestar atenção no trailer – e o que esperar da narrativa.

Confira:

THOMAS

Reeves retorna como seu icônico personagem Neo, alter-ego do programador Thomas Anderson, pela primeira vez em nada menos que 18 anos. Aqui, o protagonista parece mergulhar novamente na Matriz, que o impede de entender o que é realidade e o que é ficção.

Mais do que isso, ele parece assustado com sonhos que mais se assemelham a memórias e que são engatilhadas por outras personas que aparecem na trama – como os vividos por Yahya Abdul-Mateen IIJessica Henwick. Ao que tudo parece, Neo pode ter sido levado de volta à Matriz, suprimido da verdade que o cerca e mantido em um estado de apaziguamento mental que pode esconder as verdadeiras intenções de quem o colocou lá.

AS PÍLULAS

Uma das cenas mais clássicas do filme original é o momento em que Morpheus, vivido por Laurence Fishburne, oferece duas pílulas para Neo: caso ele tome a vermelha, a “realidade” em que vive se desintegra; caso opte pela azul, retorna à vida que tinha. Aqui, a trama se repete, trazendo Abdul-Mateen II como o responsável por retirá-lo da mentira que acredita ser seu cotidiano – e, como bem percebemos, Neo opta por descobrir a verdade.



Entretanto, a própria atmosfera do trailer parece nos prometer novos acontecimentos – o que pode indicar que as pílulas terão um efeito diferenciado do que tinham no filme de 1999. Ademais, precisaremos conferir o longa para descobrir o que acontece, de fato.

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS

Um aspecto bastante recorrente no trailer de Matrix Resurrections’ foram as constantes homenagens ao clássico romance infantil ‘Alice no País das Maravilhas’, de Lewis Carroll. Além do livro mostrado na imagem acima, temos a música “White Rabbit”, da banda Jefferson Airplane, a tatuagem de coelho que pertence à personagem de Henwick e o fato de Neo atravessar um espelho (menção à ‘Alice Através do Espelho’).

A história em questão não é presença incomum na saga, visto que já foi referenciado tantos nos live-actions predecessores quando nas animações derivadas. Agora, está na hora de mergulhar mais fundo no buraco do coelho e ver o que aguarda Neo e os outros personagens.

TRINITY


Será que Trinity é real?

Essa foi uma das perguntas que fizemos a nós mesmos depois de assistir ao trailer de Matrix Resurrections’. No começo do vídeo, vemos uma breve falha na matriz que indica que Thomas/Neo não está ficando louco ou se rendendo a alucinações; pouco depois de atravessar o espelho ao lado de Henwick, temos um momento cândido entre ele e Trinity (Anne-Moss). Entretanto, algo nos chama a atenção.

Como visto na imagem acima, percebemos que as feições de Trinity estão marcadas pelo código que forma a matriz. Isso significa que ela não está realmente ali com ele? Ou será que existem duas versões de uma mesma personagem? Afinal, nos momentos finais do trailer, Trinity aparece exibindo um poder imensurável – o que pode indicar que a Matriz arquitetou uma versão diferente da personagem para manter Neo por perto.

Outra possibilidade é que Trinity, acordada no primeiro filme e uma das responsáveis por trazer Neo de volta à realidade, também está sob o efeito controverso da Matriz, visto que, brevemente, aparece atada a diversos fios e cabos em um estado de sono induzido (ou até mesmo, prestes a acordar de um profundo sonho).

DISTOPIA ATUALIZADA

Em Matrix, Neo descobre que, após a guerra entre a humanidade e a tecnologia, as máquinas começaram a se nutrir da energia biolétrica dos humanos capturados, visto que não tinham acesso à luz solar, mantendo-os presos na realidade simulada que dá nome à franquia.

Apesar de termos sido apresentados a esse mundo distópico, Matrix: Resurrections’ aumenta exponencialmente o dano que as máquinas causaram aos humanos e expande esse panteão de terror e de subserviência inconsciente, como visto em diversas cenas – incluindo a de cima. É bem possível que nossos heróis entrem em mais um conflito com as máquinas e tenham como objetivo destruir seu império e resgatar aqueles que sobreviveram.

Comentários

Não deixe de assistir: