Margot Robbie fez sua estreia no DCEU interpretou a Harley Quinn no fracassado ‘Esquadrão Suicida (2016), que foi bombardeado pelo público e pela crítica.

Apesar de ter faturado US$ 746,8 milhões pelo mundo, a partir de um orçamento de US$ 175 milhões, a adaptação registrou míseros 26% de aprovação no Rotten Tomatoes.

No ano passado, ela reprisou o papel em ‘Aves de Rapina‘, que apesar de ter alcançado 79% de avaliações positivas, acumulou apenas US$ 201,8 milhões, a partir de um orçamento de US$ 90 milhões.

Além disso, os fãs sabem que os filmes do DCEU não se tornaram grandes sucessos, com exceção de ‘Mulher-Maravilha’, ‘Aquaman’ e ‘Shazam!‘.



Mesmo assim, Robbie volta a interpretar a Harley Quinn pela 3ª vez em ‘O Esquadrão Suicida, que chega aos cinemas nacionais em 05 de agosto.

Mas por que a estrela ainda não desistiu de interpretar a personagem após tantos fracassos?

Aproveite para assistir:

Durante uma entrevista para a Vogue (via Screen Rant), ela tocou no assunto e refletiu sobre as razões que a motivaram a permanecer no papel.

Para ela, esta é uma ótima oportunidade de promover como as mulheres são fundamentais para o gênero de ação.



“Em parte, gosto de ser pintada de branco, usar aquela peruca e vestir uma fantasia maluca porque não sou nada igual à Harley. Mas também é uma ótima forma de defender as mulheres que escrevem grandes filmes de ação de sucesso. E também, a percepção de que as mulheres não estão interessadas em ação é ridícula, esses filmes são muito divertidos e eu adoro fazer isso.”

No entanto, ‘O Esquadrão Suicida‘ pode marcar a última aparição da anti-heroína nas telonas, já que o diretor James Gunn disse anteriormente que recebeu permissão para matar qualquer um dos personagens.

Recentemente, Gunn concedeu uma entrevista para a Associated Press e provocou os fãs ao falar sobre o que eles podem esperar da personagem no longa e revelou que uma cena protagonizada por ela representa os quatro minutos favoritos da carreira dele.

Margot pode fazer qualquer coisa. Bom, pelo menos pensei que ela poderia fazer qualquer coisa. E então um dia ela teve que cantar e eu disse: ‘Ok, você pode o que quiser, menos uma coisa’. Mas ela é uma ótima atriz. Ela incorpora a personagem de corpo e alma. Ela é capaz de fazer comédia, drama… Seja o que for, e ela é uma atleta nata, ela faz acrobacias de uma forma tão graciosa, magnífica e linda.”

Ele continuou, falando sobre a cena:

“Eu escrevi a maior cena de ação que já fiz e foi tão divertido, desde o trabalho com os dublês até a finalização com a própria Margot. Provavelmente são os quatro minutos de filme favoritos na minha carreira.”

Em seu perfil do Twitter, ele compartilhou a notícia e confirmou sua declaração, dizendo:



“É verdade. Não tive apenas a maior diversão num set, também foi a vez que mais fiquei impressionado com um artista, e é provavelmente a sequência de ação mais legal que já gravei.”

Confira:

Lembrando que o longa recebeu classificação indicativa para maiores de idade (R), em virtude de “violência extrema, cenas sangrentas, linguagem, referências sexuais, uso de drogas e breve nudez gráfica”.


O Esquadrão Suicida | Os melhores momentos do trailer do filme

“Bem-vindos ao Inferno – também conhecido como Bell Reve, a prisão com o maior índice de mortalidade dos Estados Unidos. Onde os piores super-vilões são mantidos e onde farão qualquer coisa para escapar – até mesmo se juntar ao super-secreto e super-duvidoso grupo Força-Tarefa X. A missão suicida de hoje? Juntar um grupo de golpistas, incluindo Sanguinário, Pacificador, Capitão Bumerangue, Caça-Ratos 2, Savant, Tubarão Rei, Blackguard, Dardo e a psicopata preferida de todos, Arlequina. Então os arme com força e os jogue (literalmente) na remota ilha recheada de inimigos de Corto Maltese”. 

Alguns nomes reprisam seus papéis do filme anterior, como Viola Davis (Amanda Waller), Margot Robbie (Harley Quinn), Jai Courtney (Capitão Bumerangue) e Joel Kinnaman (Rick Flag).

Entre os novatos estão Idris Elba, Taika Waititi, Alice Braga e Michael RookerNathan Fillion, Pete Davidson, Flula Borg, Sean Gunn e Mayling Ng.

Comentários

Não deixe de assistir: