Desde sua estreia no dia 1º de julho, o reboot de ‘Mistérios Sem Solução‘ rapidamente se tornou um sucesso entre os assinantes da Netflix.

E como a primeira versão da série ajudou a resolver 260 casos na década de 1980, o reboot está seguindo o mesmo caminho.

De acordo com Hype Beast, o episódio ‘No Ride Home‘ recebeu tanta atenção do público que o FBI decidiu reabrir o caso, anteriormente arquivado por falta de provas e pistas que pudessem esclarecer os fatos.

O episódio em questão acompanha ama morte de Alonzo Brooks, ocorrida em 1º de maio de 2004, quando o rapaz tinha 23 anos.

O corpo de Brooks foi encontrado às margens do rio Middle Creek, em La Cygne, Kansas, cerca de um mês após seu desaparecimento. Exames post-mortem indicaram que Brooks não apresentava ossos quebrados, nenhum sinal de trauma ou lesão contundente à força, e nenhum sinal de afogamento.

Aproveite para assistir:

Até hoje, as circunstâncias que cercam a morte continuam sendo tratadas como ‘um fenômeno sem explicações razoáveis’.

Mistérios Sem Soluçãofoi uma febre nos anos 80 e retorna com mais desaparecimentos, mortes inexplicáveis e eventos paranormais e o mesmo estilo que o projeto original, usando reencenações e entrevistas para recontar as circunstâncias de mistérios não resolvidos. Narrando crimes, contos de amores perdidos, histórias sem explicações e até mesmo eventos paranormais, os espectadores serão encorajados a conectar as informações que podem levar à resolução do mistério.

O volume 1 da primeira temporada conta com seis episódios. Ao todo, o ciclo conta com 12 capítulos.

Confira:

Essa não será a primeira vez que a série ganha um revival. Em 2008, o canal Spike apresentou um reboot da série, apresentado por Dennis Farina.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE