Segundo o TRH, uma cena de beijo entre Mulan e Chen Honghui (Yoson An) teve que ser retirada do live-action de ‘Mulan‘.

Os executivos locais desaprovaram a tomada em questão, após sua exibição para uma pequena audiência teste na China.

De acordo com a publicação, o momento romântico não pegaria bem com o público chinês, conforme salientado também pela própria diretora Niki Caro:


“Era uma cena muito linda, mas o escritório da Disney na China desaprovou, afirmando que ‘não poderíamos exibir isso, pois não pegaria bem com o povo chinês. Então, decidimos retirar o momento do filme”.

A cena acabou sendo cortado do filme.

Aproveite para assistir:

De acordo com a Forbes, o live-action de ‘Mulan‘ fracassou em sua estreia nas bilheterias chinesas, arrecadando apenas US$ 23.2 milhões em seu primeiro final de semana no país.

O site aponta que o longa deve encerrar sua passagem nos cinemas da China entre US$ 46-50 milhões, o que fica bem abaixo do que a Disney esperava para a produção.

Vale lembrar que esse é apenas o segundo blockbuster hollywoodiano a estrear no país (‘Tenet‘ foi o primeiro, arrecadando US$ 30 milhões em sua estreia), após a devastadora pandemia de coronavírus. Com o mercado ainda não estabilizado e os cinemas funcionando em capacidade limitada, o resultado nas bilheterias ainda se encontra bastante afetado.

Não devemos desconsiderar os diversos boicotes que a produção sofreu antes mesmo de sua estreia nos cinemas, o que pode ter influenciado um pouco o resultado.


Nos EUA, ‘Mulan‘ teve sua estreia nos cinemas cancelada, sendo lançado direto no serviço de streaming da Disney+.

Sem Mushu e músicas, ‘Mulan’ é um espetáculo visual com roteiro pouco inspirado  

No Brasil, ainda não há previsão de estreia.

Com 80% de aprovação no Rotten Tomatoes, o filme foi eleito um dos melhores live-action baseado em uma animação do estúdio.


Confira as reações dos críticos ao Live-Action:

Rotten Tomatoes

Elogiado pela direção e pelos incríveis cenários, a adaptação “poderia ter contado a clássica história com maior profundidade”, mas eventualmente é um “espetáculo visual que serve como uma atualização envolvente de seu predecessor”.

James Berardinelli | ReelViews:


“Uma aventura envolvente e envolvente que representa não apenas uma recontagem eficaz do filme de 1998, mas indiscutivelmente a melhor das reconstruções de animação live-action do estúdio.” 

Johnny Oleksinski | New York Post

“Sim, o filme perdeu a música cativante da animação de 1998 e os animais falantes – Eddie Murphy como um dragão brincalhão chamado Mushu pode ser difícil de agradar em 2020 – mas fiquei encantado pelos cenários chineses de tirar o fôlego e pelas batalhas de alto risco.” 


Kate Erbland | indieWire

“Em ‘Mulan’, de Niki Caro, a história avança com elegância e energia, uma mensagem atemporal feita para agora.” 

Travis Hopson | Punch Drunk Critics

“Um conto de fadas transformador com toda a esgrima de um épico chinês.” 

Joanna Langfield | Movie Minute


“Agora, este é meu tipo de filme de super-herói. O remake live-action da Disney é mais do que um filme da Marvel, é arrebatador, inspirador e lindamente feito, que qualquer família pode e deve desfrutar.”

Diferente do que se esperava, Mulan não será lançado no Brasil através do Disney+ em novembro. A expectativa é que o estúdio lance o filme nos cinemas por aqui, e só o adicione ao catálogo em 2021.

A versão live-action é dirigida por Niki Caro e é estrelada pela chinesa Liu Yifei,também conhecida como Crystal Liu, uma das atrizes mais populares desta geração no país.

Donnie YenJet LiGong LiJason Scott LeeYoson AnSusana Tang e outros completam o elenco.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE