O mundo dos Pokémon é um sucesso há 25 anos, não por acaso é considerada a franquia mais valiosa do mundo. Com valor estimado em aproximadamente US$ 100 bilhões, os monstrinhos de bolso estão acima de outras marca bilionárias, como Marvel e Star Wars. Essa “febre Pokémon” é fruto de um trabalho muito bem feito que visa sempre agradar aos fãs antigos e trazer novidades para fidelizar novas gerações de Pokefãs. Levando isso em conta, a The Pokémon Company se prepara para lançar uma exposição fantástica sobre paleontologia que viajará pelo Japão a partir de julho desse ano.

Chamada de ポケモン化石博物館 ou Museu de Fósseis Pokémon, a exposição começa em 4 de julho de 2021 no Museu da Cidade de Mikasa, em Hokkaido, onde fica até 20 de setembro. Depois desse período, que coincide com as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, a mostra passará ainda por Shimane, Tóquio e Toyohashi, onde se encerrará até setembro de 2022. Composto por 30 fósseis reais de dinossauros, répteis e plantas, ilustrações exclusivas e oito modelos Pokémon feitos especialmente para esse projeto, o museu itinerante traz modelos em tamanho real dos Pokémon e fósseis de seus dinossauros equivalentes no nosso mundo. Dessa forma, os visitantes aprendem mais sobre a paleontologia e se divertem com seus personagens favoritos.

É a primeira vez que teremos desenhos oficiais dos esqueletos dos Pokémon.

Para Luciano Vaz, biólogo e pesquisador da área, o Museu de Fósseis Pokémon tem potencial para rodar o mundo: “Essa exposição, além de ser essencial para o processo de divulgação científica entre as pessoas, principalmente  as crianças, é também fundamental para trabalharmos melhor importância da preservação do patrimônio paleontológico japonês e mundial. A ideia de unir Pokémon, esse grande ícone da Cultura Pop, com a Ciência não é exatamente uma novidade. Eu, por exemplo, faço algo parecido na página Biologia Cultural, mas a escala dessa exposição oficial, apoiada pela marca poderosa que é a The Pokémon Company, eleva e muito o patamar de divulgação. Então espero que façam outras exposições dessas por muitos anos e em vários países diferentes. Estudar Paleontologia ou qualquer outra área da Ciência tomando esses personagens como base é incrível! Isso faz com que públicos de todas as idades se atraiam pelo assunto, aprendendo enquanto se divertem. E quem sabe não é de uma exposição assim que surgirão nossos futuros cientistas?”, comentou.



O mascote do museu é um baseado no icônico personagem de Jurassic Park, o Dr. Grant.

O guia da história da exposição é o Dr. Kaseki junto ao Pikachu Escavador, que nada mais é do que um Pikachu vestido como o Dr. Alan Grant (Sam Neil), de Jurassic Park. Eles conduzem a trama criada para a mostra e dão mais detalhes sobre os Pokémon e os dinossauros. Infelizmente, não há previsão para que esse museu chegue ao Brasil, até por conta da pandemia. Porém, não custa nada sonhar. E se você morar ou estiver no Japão nesse período de julho de 2021 a setembro de 2022, vale a pena conferir. Inclusive, é um grande programa para quem quiser explorar o país durante as Olimpíadas.

 

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva