O texto abaixo contém SPOILERS!

Estrelado por Ryan Reynolds, ‘O Projeto Adam‘ acompanha um piloto que viaja no tempo e se une ao seu eu mais jovem e seu falecido pai para aceitar seu passado na tentativa de salvar o futuro.

E, como em todo filme envolvendo viagem no tempo, a trama pode se tornar um tanto confusa e complicada se você tentar analisar cada detalhe.

A premissa de ‘O Projeto Adam‘ trata de uma organização capaz de viajar no tempo através de naves que criam portais temporais.

Logo no início do filme, quando Adam viaja de 2050 para 2022, ele encontra sua versão infantil (Walker Scobell) e explica que tudo o que acontece no passado afeta o futuro.


Por conta disso, uma das maiores dúvidas do público é: por que o futuro descrito por Adam não foi alterado após a morte da personificação mais jovem da vilã Sorian (Catherine Keener) quando sua versão atual a mata acidentalmente?

Aproveite para assistir:



Vamos recapitular… A trama explica que o pai de Adam, Louis (Mark Ruffalo) foi o pioneiro na aplicação prática da teoria sobre a viagem no tempo, mas foi traído por sua sócia, a versão mais jovem de Sorian.

Isso porque a Sorian do futuro viaja para 2018 e entrega informações privilegiadas para sua versão mais jovem, dando início ao programa de pilotos temporais.

Quando a Sorian mais nova é assassinada, ela acaba sendo apagada da linha temporal, junto com a invenção da viagem no tempo… Já que, até então, somente ela e o pai de Adam sabiam sobre a teoria.


Como Adam explica ao pai que a viagem no tempo se tornaria um grande problema, ele não avança em seus estudos.

Mas por que todo o futuro descrito por Adam acontece exatamente como ele disse mesmo após a alteração do passado?

A resposta é simples, Adam não viajou ao passado para alterar nada, apenas para corrigir o que Sorian havia modificado.

Essencialmente, apenas o programa de pilotos temporais foi apagado, já que a principal modificação na linha temporal do futuro foi causada pela viagem de Sorian ao passado… Como ela morreu em 2018, o futuro seguiu seu curso, com exceção de seus planos sobre a viagem no tempo.

E por que Adam ainda conseguiu se reencontrar com sua esposa Laura (Zoe Saldana) apesar do programa de pilotos não existir mais?


Vale lembrar que o casal se conheceu quando Laura entrou na sala de aula errada enquanto eles estavam na faculdade para se tornarem pilotos da Força Aérea.

Isso ainda acontece na cena final do filme, e a única alteração relativa ao destino deles é que eles não seriam mais pilotos temporais, mas continuariam servindo às forças armadas dos EUA.

Além disso, nem um dos dois se lembra do que aconteceu porque Adam explica em um momento do filme que quando o corpo de um viajante do tempo retorna ao seu tempo fixo, sua memória é resetada para se adequar à sua devida linha temporal.

Dessa forma, nada realmente mudou, de fato… Como se toda a trama ao longo de 2022 e 2018 nunca tivesse acontecido na época a qual eles pertencem.

E aí, o que você achou do filme?


Assista a crítica e siga o CinePOP no YouTube:



Não deixe de assistir: