‘Natal Sangrento’: Diretora fala sobre o nível de violência do remake

Em entrevista ao Bloody Disgusting, Sophia Takal, diretora do remake ‘Natal Sangrento‘, defendeu a baixa classificação etária do terror, revelando que estava disposta a fazer um filme para maiores caso tivesse que censurar algo importante.

“A ideia sempre foi fazer um filme com baixa classificação etária, pois nós queríamos que as pessoas jovens fossem assistir o filme. Elas são animadas e receptivas ao gênero terror. Mas nós estávamos preparados para fazer um filme para maiores, caso recebêssemos uma alta classificação etária. No entanto, nós conseguimos uma baixa classificação, mesmo com todas as cenas envolvendo abuso sexual e eu não queria suavizar isso.”

Ela completa,“O que mais me surpreendeu foi a reação [negativa] das pessoas sobre o filme ser para menores, pois o longa original não é particularmente violento. O que faz o filme assustador é o fato de você não ver o que está acontecendo, depende apenas da sua imaginação. Sua imaginação sempre vai ser mais visceral do que qualquer efeito prático na tela.”

Infelizmente, o remake conquistou apenas 43% de aprovação no Rotten Tomatoes. Recebendo duras críticas por sua abordagem, o terror parece não ser assustador o bastante para entreter a audiência, chegando a ser comum demais.

Confira:

“É um filme feito para um currículo e não para entreter”. – Joshua Rothkopf, Time Out

“Mas se a versão de 2019 de ‘Natal Sangrento’ não é tão arrepiante quanto o original, ele é genuinamente afiado como uma sátira deogênero e habilmente antecipa indignação óbvia”. – Ben Kenigsberg, New York Times

Aproveite para assistir:

“Infelizmente, o Natal Sangrento de Takal é comum demais, um objeto obtuso, cego e sem corte, em uma luta que exige facas afiadas ou explosivos”. – John DeFore, Hollywood Reporter

“Takal e sua co-escritora April Wolfe espetam a masculinidade tóxica, o cânon literário masculino branco, a cultura do estupro, o patriarcado e a raiva masculina branca – tudo embrulhado com um laço no estiloso pacote de entretenimento de um filme de terror natalino bancado por um grande estúdio”. – Jude Dry, indieWire

“Montado de forma brilhante, este remake de Natal Sangrento consegue ser um deleite tentador e aterrorizante para o gênero de terror natalino”. – Kristy Puchko, IGN Movies

O longa será lançado no Brasil no formato home video, em data ainda a ser anunciada.

Confira o trailer completo:

Dirigido por Sophia Takal, o longa é baseado no filme homônimo lançado em 1974. Vale lembrar que a produção original já havia recebido um remake em 2006, intitulado ‘Natal Negro‘.

As alunas do Hawthorne College estão prestes a sair de férias… se conseguirem sair vivas dessa. Uma por uma, as meninas da irmandade no campus estão sendo mortas por um assassino mascarado desconhecido. Mas o assassino está prestes a descobrir que as jovens mulheres desta geração não estão dispostas a se tornar vítimas infelizes enquanto lutam até o fim.

O elenco inclui Imogen Poots (‘Sala Verde‘), Aleyse Shannon (‘Charmed‘), Brittany O’Grady (‘Star‘), Lily Donoghue (‘The Goldbergs‘), Cary Elwes (‘Jogos Mortais‘) e Caleb Eberhardt (‘O Coro da Broadway‘).