sábado, julho 13, 2024

Os Críticos Decidiram! Conheça os 20 MELHORES Filmes Originais da Netflix – Você Concorda?

A Netflix se tornou uma potência do audiovisual, e ano após ano a plataforma nos traz de presente dezenas de produções originais. Tudo bem que alguns deles são verdadeiros presentes de inimigo oculto. Se pensarmos que a empresa começou a produzir seus próprios filmes em 2015, a evolução é notória e impressionante. É só repararmos na quantidade crescente de produções que a Netflix consegue emplacar no Oscar, por exemplo. Pensando em homenagear esse verdadeiro império cinematográfico, que lança um filme por semana durante o ano todo, resolvi assumir uma tarefa arriscada. Com a ajuda de meus colegas críticos internacionais, realizei uma extensa pesquisa selecionando os 20 filmes mais elogiados e os mais avacalhados pela imprensa mundial, a fim de ajudar você, nosso querido leitor, naquela missão sempre difícil de selecionar o que assistir no streaming. Continuaremos agora com a parte de cima, os melhores filmes, que são alguns dos mais elogiados não só da plataforma, como do cinema em geral, dos últimos anos. Confira abaixo.

Leia também: Os Críticos Decidiram! Conheça os 20 PIORES Filmes Originais da Netflix – Você Concorda?

20) A Gente se Vê Ontem (2019)

É interessante notar (e muito bem-vindo) como questões raciais fervorosas, como o abuso policial e o preconceito contra a população negra, têm sido usado como pano de fundo em filmes de entretenimento. Não é questão de desmerecer tais temas importantíssimos, e sim inseri-los onde possam atingir também o público mais jovem. O Ódio que Você Semeia (2018) fez isso com um filme adolescente colegial, e essa produção original da Netflix mistura o tema com ficção científica, com uma menina negra genial descobrindo uma forma de voltar no tempo e salvar seu irmão mais velho da brutalidade policial que tirou sua vida.

19) Cam (2018)

É terror barra-pesada que vocês querem? A Netflix entrega. Segundo a maioria dos críticos mundiais, este Cam está entre os melhores filmes originais produzidos pela casa. Aqui acompanhamos um tour de force da protagonista Madeline Brewer, que interpreta uma jovem que se exibe na internet. As coisas começam a ficar mais intensas, com seus fãs exigindo simulações de violência por parte dela. Aumentando o mistério, alguém parece tomar conta de seu canal na plataforma e depois de sua vida. O que sabemos é que este é um longa perturbador, não recomendado para todos os gostos, porém, muito eficiente em sua proposta.

18) Mais uma Chance (2018)

A pressão social em ter um filho pode se tornar um verdadeiro pesadelo para qualquer casal, ainda mais quando o tempo passa e as coisas não acontecem nesse sentido. O sonho de ser pais pode vir a ser uma estrada tortuosa. É o assunto deste longa protagonizado por Paul Giamatti e Kathryn Hahn – que fala justamente sobre o peso que esta decisão pode trazer a um relacionamento.

17) Os Meyerowitz (2017)

O cineasta Noah Baumbach é um dos grandes nomes do cinema independente norte-americano e já entregou obras-primas como Frances Ha (2012). Seu último trabalho foi igualmente uma produção querida e elogiadíssima: História de um Casamento, filme que marca sua parceria com a Netflix. Porém, esta não foi a primeira parceria entre o diretor e a plataforma – que iniciaram seu “romance” com este Os Meyerowitz, drama familiar sobre um núcleo disfuncional, que traz Dustin Hoffman como o patriarca, e Adam Sandler e Ben Stiller pela primeira vez em tela juntos, nos papeis de irmãos bem diferentes. É curioso perceber que o filme escolhido pela dupla não foi uma comédia, e sim um drama. Mas não poderia ter dado mais certo, já que se tornou um dos favoritos dos críticos.

Não deixe de assistir:

16) Klaus (2019)

Animação espanhola elogiadíssima que se tornou um dos filmes mais bem avaliados de todos os tempos no maior site da rede sobre cinema, o IMDB. Como se não bastasse tamanho prestígio por parte do grande público, o longa da Netflix também chegou até o Oscar, conquistando uma indicação de melhor filme animado. Com um estilo único em sua animação, que mescla a forma tradicional com efeitos em 3D, a história mostra a amizade entre o carteiro Jesper e o icônico fabricante de brinquedos Klaus, também conhecido como Papai Noel pelos íntimos.

15) Ataque dos Cães (2021)

O filme mais recente a aparecer na lista, Ataque dos Cães é um dos maiores sucessos desta edição 2022 do Oscar, com nada menos do que 12 indicações. Épico de faroeste dramático da diretora Jane Campion, o longa baseado num livro apresenta a história de dois irmãos bem diferentes, ricos herdeiros. Um rústico e o outro sofisticado, sua relação fica por um triz quando o segundo arruma uma esposa, uma mulher simples dona de um restaurante, que traz junto seu filho sensível. Isso cria um atrito imediato com o solitário selvagem – que será levado até as últimas consequências.

14) História de um Casamento (2019)

Por falar nele alguns itens acima, agora o próprio chega à nossa lista. Elogiadíssimo drama, é bem possível que este seja o filme mais famoso da carreira do cineasta Noah Baumbach. Na trama, Scarlett Johansson e Adam Driver vivem um casal que chegou ao seu limite e resolve se separar. O filme apresenta os minuciosos detalhes do divórcio, tanto psicológicos, emocionais, quanto burocráticos, e como o fato afeta o pequeno filho do casal.

13) Calibre (2018)

Produção britânica, esse suspense gelado e tenso é um dos filmes do gênero originais da Netflix mais elogiados pelos críticos. Na trama, dois amigos saem para realizar sua primeira caçada, numa floresta inglesa. Demonstrando como armas podem ser perigosas, a dupla termina acidentalmente matando uma pessoa e decidem esconder o corpo, somente para ver seu castelo de cartas ruir, quando os moradores da cidadezinha onde estavam começam a procurar uma pessoa desaparecida e a desconfiar do envolvimento deles.

12) Tramps – A Mala e os Errantes (2016)

O amor pode surgir nos lugares mais inusitados; como numa troca de malas numa situação ilegal. Trabalhando para criminosos, um rapaz e uma moça se conhecem quando recebem a missão de fazer uma troca de bolsas numa plataforma de metrô. A situação sai errado e eles se metem numa enrascada ainda maior. Porém, têm a chance de se apaixonarem. Com esta trama criativa, e protagonizado pela promissora Grace Van Patten, este thriller romântico se tornou um dos preferidos dos críticos na Netflix.

11) O Irlandês (2019)

Essa era esperada. Afinal, o que mais você queria de uma superprodução dirigida por Martin Scorsese, e estrelada pelo trio peso pesado Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci, que marca a volta dos veteranos ao cinema criminal de máfia que desenhou suas carreiras? Baseado numa história real sobre o verdadeiro assassino do líder sindicalista Jimmy Hoffa, o resultado foi nada menos do que 10 indicações ao Oscar numa das produções mais badaladas daquela temporada.

10) Para Todos os Garotos que Já Amei (2018)

Agora chegamos ao top 10 dos filmes preferidos dos críticos na Netflix. E por incrível que possa parecer para muitos descrentes, esse romance adolescente emplacou não apenas no gosto do grande público (em especial seu público-alvo, jovens mulheres), como também com os especialistas. Na matéria dos piores filmes originais da Netflix, eu havia citado que existem duas franquias adolescentes miradas às meninas que fazem muito sucesso na plataforma, esta e A Barraca do Beijo. Porém, enquanto a segunda é motivo de chacota dos críticos, essa caiu em sua graça. Na trama, Lana Condor é uma colegial que escreve cartas para os garotos que já amou em segredo, quando esses textos são expostos, sua vida se torna momentaneamente caótica.

09) Roma (2018)

É interessante perceber que na lista temos filmes para todos os gostos, para todos os tipos de público e envolvendo todos os tipos de gêneros. Uma lista eclética é sempre bom para mostrar que não importa o tipo de filme, o que conta verdadeiramente é sua qualidade – afinal podemos ter filmes ótimos em qualquer categoria. Assim, ao mesmo tempo em que temos produtos mais voltados aos adolescentes, mas produzidos com muito afinco, temos também obras mais voltadas aos amantes do chamado “cinema de arte”, ou “filme cult”, ou “filme cabeça”. Aqui, o cineasta mexicano Alfonso Cuarón, resolve recontar um pouco sobre sua infância em família, em especial sobre sua empregada, uma jovem sofrida.

08) Você Nem Imagina (2020)

Um dos filmes mais recentes da lista, nem todos podem ter ouvido falar deste longa, mas ele conquistou uma posição ótima entre os preferidos dos críticos. Um romance juvenil extremamente emotivo, o longa conta sobre uma adolescente retraída, de origem asiática, que é muito inteligente e boa com as palavras. Ela é contratada para escrever cartas de amor por uma jovem para o seu crush, um esportista. No entanto, a dinâmica muda de figura, quando a redatora das cartas se apaixona pela contratante. Uma subversão do conto Cyrano.

07) Meu Nome é Dolemite (2019)

O retorno triunfal do astro Eddie Murphy às boas com o sucesso de crítica, o filme é uma homenagem do ator para os artistas marginalizados da indústria do cinema. Rudy Ray Moore foi um ator que protagonizou dezenas de filmes do cinema B voltado ao público negro. Seu personagem mais famoso foi justamente Dolemite. Aqui, Murphy traz ao conhecimento do grande público essa personalidade, criando sua biografia.

06) A Voz Suprema do Blues (2020)

Mais um pouco da história negra dos EUA, num filme de grande prestígio que emplacou no Oscar, e deu uma indicação póstuma ao saudoso Chadwick Boseman. Produzido por Denzel Washington, o filme com alma de blues, é a biografia de Ma Rainey, uma das primeiras e mais importantes mulheres da música negra – cujo nome ficou nas sombras por muito tempo. Revolucionária e muito à frente de seu tempo, ela foi uma intérprete poderosa, e o filme apresenta sua batalha contra as gravadoras que a exploravam e contra o ego dos músicos que a acompanhavam.

05) 7 Prisioneiros (2021)

Para a nossa alegria, os críticos internacionais votaram e elegeram o brasileiro 7 Prisioneiros como uma das melhores produções originais da Netflix. Desconcertante e revoltante, esse é um drama que causa aflição e angústia do início ao fim, ao abordar a temática do trabalho escravo em nosso país ainda nos dias de hoje. Na trama, diversos jovens humildes são trazidos da área rural para São Paulo com a promessa de uma vida melhor, para ajudarem suas famílias. Ao chegarem no local, descobrem que se tornaram prisioneiros de seus empregadores. Rodrigo Santoro, nosso conterrâneo número 1 em Hollywood, entrega o que é provavelmente o melhor trabalho de sua carreira como o “carcereiro” Luca – um dos grandes vilões do cinema nacional. O desfecho é uma pancada.

04) The 40-Year-Old Version (2020)

Desde o item acima, havíamos chegado aos finalistas – o top 5 dos melhores filmes originais da Netflix na opinião dos críticos. Depois de um filme brasileiro, agora temos um longa semi-biográfico e documental ocupando as primeiras posições. Escrito, dirigido e protagonizado por Radha Blank, o longa acompanha os passos da aspirante a rapper, que decide dar uma guinada em sua vida após os 40 anos de idade.

03) Lionheart (2018)

Agora chegamos até o pódio dos melhores filmes originais da Netflix na opinião dos críticos. Com a medalha de bronze em terceiro lugar, esta produção nigeriana traz em sua trama um tema muito em voga em nossa sociedade atual: o empoderamento feminino. Aqui, temos uma protagonista, uma jovem mulher, precisando adentrar ao competitivo mercado empresarial à frente de uma companhia milionária, num mundo regido por homens, quando seu pai adoece e se retira da presidência. Assim cabe a ela prosperar, derrubando todas as barreiras.

02) A Ligação (2020)

Com a medalha de prata, em segundo lugar na opinião dos críticos, temos esta produção sul coreana de terror e suspense, com elementos sobrenaturais. O enredo mistura elementos do longa americano Alta Frequência (2000), por exemplo, e também do recente espanhol Durante a Tormenta (2018). Ou seja, o assunto aqui é uma conexão através do tempo entre duas pessoas existindo em épocas distintas: uma no passado e outra no presente. É claro que o deslocamento temporal irá trazer consequências inesperadas. Aqui, sendo elas bem aterrorizantes.

Que rufem os tambores. Em primeira posição entre os filmes preferidos dos críticos está… podemos adiantar que é outro filme de terror (para nossa alegria)…

01)  O que Ficou para Trás (2020)

Coincidentemente, em primeiro lugar temos outro filme de terror e outra produção lançada em 2020 pela Netflix, o que demonstra que a plataforma de streaming investiu sério em suas obras do gênero quando o mundo estava parando por causa da pandemia. E se o sul coreano misturava elementos fantásticos em sua trama para mostrar duas pessoas se conectando pelo tempo-espaço, essa produção britânica discute um tema ainda mais importante, vindo a se encaixar no tão comentado subgênero do “terror social” – que tem em Jordan Peele um de seus maiores representantes na atualidade. Aqui, uma família de imigrantes do Sudão, fugidos da realidade cruel de seu país, luta para se adaptar na Europa, sofrendo preconceito dos cidadãos locais que não os querem ali. O terror aqui, as tais assombrações que eles notam na nova casa, é uma grande analogia para o terror real que estas pessoas passam.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS