O Oscar está batendo à porta e, na edição 2020, temos Coringa como um dos grandes favoritos. Baseado no personagem da DC Comics, a origem do Príncipe Palhaço do Crime é o 29º filme com heróis a ser indicado ao principal prêmio de Hollywood. Como o longa deve ter um baita desempenho, separamos todos os filmes com heróis que já foram indicados. Confiram!

Superman (1941)A primeira indicação de um herói ao Oscar veio no ápice da Era de Ouro dos quadrinhos, justamente com o maior super-herói de todos: O Superman. Produzido por Max Fleischer, a animação de 1941 foi distribuída pela Paramount e conseguiu uma indicação na categoria Melhor Curta de Animação na edição de 1942 do Oscar. O curta, porém, perdeu para o candidato da Disney, “Me Dê Uma Pata”, que contava a história do cachorrinho Pluto, que, após salvar um gatinho do afogamento, vê que Mickey Mouse (Walt Disney) decidiu adotar o felino e precisa aprender a lidar com seu anjinho e diabinho interior.

Superman: O Filme (1978)37 após a indicação para Curta Animado, coube ao Último Filho de Krypton usar seus poderes para voltar a conseguir indicações ao Oscar. Dirigido por Richard Donner e estrelado pelo eterno Christopher Reeve, Superman: O Filme conta a história de origem do Azulão da DC. O filme é uma obra de arte.
Ele venceu o Oscar de Melhores Efeitos Especiais – por fazer toda uma geração acreditar que era possível um homem voar – ainda recebeu mais três indicações por Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora e Melhor Mixagem de Som, mas foi derrotado nas três.



Batman (1989)Dirigido por Tim Burton, ‘Batman’ trouxe para as telonas uma versão mais escura e gótica do Homem Morcego para as telonas. Marcado pela atuação brilhante de Jack Nicholson no papel do Coringa, o filme foi indicado e venceu o Oscar de Melhor Direção de Arte.

Batman: O Retorno (1992)A sequência do sucesso de 89 veio com tudo ao trazer a Mulher Gato de Michelle Pfeiffer para fazer um contraponto ao frio Bruce Wayne de Michael Keaton. O filme também trouxe Danny DeVito para interpretar o vilão Pinguim.
Ele foi indicado aos Oscars de Melhores Efeitos Visuais e de Melhor Maquiagem, mas não levou nenhum.

Aproveite para assistir:

Batman Eternamente (1995)Dirigido pelo controverso Joel Schumacher, Batman Eternamente é o primeiro filme com heróis legitimamente ruim a ser indicado ao Oscar. Mesmo tendo péssimas avaliações críticas – e de público -, a galhofa em forma de filme do Batman foi indicada em três categorias: Som, Melhor Fotografia e Melhores Efeitos Visuais. Perdeu a primeira categoria para Apollo 13 e as outras duas estatuetas para Coração Valente.



Homem-Aranha (2002)As primeiras indicações da Casa das Ideias vieram com um dos personagens mais populares de todos os tempos: o Homem Aranha. Distribuído pela Sony Pictures, dirigido pelo expoente do terror trash, Sam Raimi, e estrelado por uma até então desconhecido Tobey Maguire, o longa foi um verdadeiro sucesso de crítica e bilheteria, sendo indicado para as categorias Som e Melhores Efeitos Visuais, mas perdeu para Chicago e O Senhor dos Anéis – As Duas Torres, respectivamente.

Homem-Aranha 2 (2004)
Tido por muita gente como um dos melhores filmes com super-heróis já feitos, Homem-Aranha 2 marcou o primeiro Oscar que um personagem da Marvel levou. A trama continuava a desenvolver o drama de Peter Parker (Tobey Maguire), enquanto ele tinha de enfrentar o terrível Doutor Octopus (o lendário Alfred Molina).
O longa foi indicado para Melhor Edição de Som e também para a categoria de Melhores Efeitos Visuais, da qual saiu vencedor.

Os Incríveis (2004)
Dirigido por Brad Bird, ‘Os Incríveis’ foi um fenômeno que marcou uma geração inteira ao retratar uma família de super-heróis aposentados tentando viver em meio as pessoas normais. Inspirado nas graphic novels dos anos 80, o longa da Disney/Pixar conquistou quatro indicações, tendo perdido em Melhor Roteiro Original e Melhor Mixagem de Som, e vencendo os prêmios de Melhor Animação e Melhor Edição de Som.



Batman Begins (2005)O primeiro capítulo de uma das trilogias mais bem sucedidas da história do cinema começou de forma tímida na principal premiação de Hollywood. Conseguiu uma indicação em Melhor Fotografia, mas foi derrotado pelo excelente Memórias de Uma Gueixa. Porém, sua continuação viria a fazer um sucesso absurdo apenas três anos depois.

Superman: O Retorno (2006)Concebido como uma continuação da quadrilogia de Christopher Reeve, ‘Superman: O Retorno’ foi dirigido por Bryan Singer e estrelado por Brandon Routh. O filme deu prejuízo nas bilheterias mundiais, muito por conta de sua longa duração e ritmo morno, mas ainda assim conseguiu beliscar uma indicaçãozinha a Melhores Efeitos Visuais, categoria em que perdeu para Piratas do Caribe: O Baú da Morte.

Hellboy II: O Exército Dourado (2008)A obra de Guillermo Del Toro encantou muitos fãs de HQs ao entregar um filme realmente fantástico, tanto narrativa quanto visualmente. Ele foi indicado na categoria de Melhor Maquiagem, mas perdeu para um dos Papa-Títulos da edição de 2009: O Curioso Caso de Benjamin Button.

Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008)Um dos grandes favoritos do Oscar de 2009, o segundo capítulo da trilogia do Batman de Christopher Nolan bateu um bilhão em bilheteria e foi indicado a nada menos que OITO estatuetas do Oscar. O longa venceu em Melhor Mixagem de Som e o Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante, pela brilhante atuação do Coringa de Heath Ledger. As outras seis indicações foram em: Direção de Arte, Fotografia, Maquiagem, Edição, Edição de Som e Efeitos Visuais).



Homem de Ferro (2008)O início do MCU veio com o ousado filme do Homem de Ferro. Estrelado por – à época – um contestado Robert Downey Jr, ‘Homem de Ferro’ contava a história do bilionário armamentista Tony Stark, que sofria um atentado terrorista e se via obrigado a usar um reator nuclear no peito para sobreviver. Aliado a seu poderio financeiro, o rapaz criava uma armadura high tech para ajudar a salvar o mundo. Sucesso de crítica e bilheteria, o longa conseguiu duas indicações, a melhor Edição de Som e Melhores Efeitos Visuais, perdendo para Batman – O Cavaleiro das Trevas e O Curioso Caso de Benjamin Button, respectivamente.

Homem de Ferro 2 (2010)Com desempenho de crítica mais morno que o original, o segundo capítulo da saga do Homem de Ferro ainda assim conseguiu beliscar uma indicaçãozinha ao prêmio de Melhores Efeitos Visuais, mas acabou perdendo para A Origem, um dos fenômenos daquele ano.

Os Vingadores (2012)O filme que marcou a reunião dos Heróis Mais Poderosos da Terra nas telonas foi um estouro! Bateu 1,5 bilhão em bilheteria e foi um dos assuntos mais comentados de 2012. Foi um verdadeiro marco nos filmes com heróis, sendo indicado por Melhores Efeitos Visuais, categoria na qual terminou derrotado por As Aventuras de Pi, que foi praticamente todo feito por CGI e efeitos práticos.



Homem de Ferro 3 (2013)Considerado o mais fraco dentre os três filmes da saga, a terceira aventura solo do Homem de Ferro foi campeã de bilheteria, fazendo mais de um bilhão ao redor do mundo, e foi indicado por Melhores Efeitos Visuais, mas acabou perdendo para o Papa-Títulos do Oscar de 2014: Gravidade. Com essa indicação, a trilogia ‘Homem de Ferro’ foi a única no mundo dos heróis a conseguir indicações nos três filmes.

X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (2014)Sequência de X-Men: Primeira Classe (2011), que foi um sucesso de crítica, ‘Dias de Um Futuro Esquecido’ conseguiu a primeira indicação dos mutantes da Marvel/FOX no Oscar. Wolverine e Cia concorreram ao prêmio de Melhores Efeitos Visuais, mas foram derrotados pelo fenômeno espacial de Christopher Nolan, Interestelar.

Capitão América: Soldado Invernal (2014)Tido por muitos como um dos melhores filmes do MCU, Capitão América 2 foi ao Oscar com a missão de ganhar na categoria de Melhores Efeitos Visuais, mas, assim como seus coirmãos mutantes, o Supersoldado da Marvel perdeu para ‘Interestelar’.

Guardiões da Galáxia (2014)2014 foi um dos anos mais brilhantes da Marvel nos cinemas. Emplacando a ação frenética de Capitão América, uma equipe pouco conhecida das HQs chegou às telonas na Space Opera de James Gunn: Guardiões da Galáxia. O longa foi indicado para duas categorias: Melhor Maquiagem e Melhores Efeitos Visuais.

Operação Big Hero (2014)A primeira animação baseada em uma HQ da Marvel conta a história de um grupo de amigos que vive na fictícia San Fransokyo, que mistura São Francisco com elementos culturais do Japão. A trama conta a história do jovem Hiro e seu Robô cuidador, o fofo Baymax, em uma aventura recheada de ação e tecnologia. O filme foi indicado e venceu a categoria de Melhor Animação, mas sua vitória foi contestada por muitos, já que os concorrentes eram mais diferentes do padrão que o Oscar costuma premiar.

Doutor Estranho (2016)Mantendo a tradição dos heróis no Oscar, ‘Doutor Estranho’ tinha como principal chamariz um visual psicodélico de viagens interdimensionais e reinos e criaturas fantásticas. Principal candidato a vencer o Oscar de Melhores Efeitos Visuais, o longa até foi indicado, mas perdeu para Mogli: O Menino Lobo, que tinha animais e florestas ultrarrealistas.

Esquadrão Suicida (2016)Considerado um azarão, muito por conta do filme ser fraquíssimo, o infame Esquadrão Suicida não apenas foi indicado, como também ganhou o Oscar de Melhor Maquiagem, sendo o primeiro e único filme do Universo compartilhado DC a ter uma estatueta em casa.

Logan (2017)Aclamadíssimo por público e crítica, a despedida de Hugh Jackman do principal papel de sua carreira, o Wolverine, estava cotado para ser indicado a Melhor Filme e Melhor ator, mas acabou que a Academia só indicou o longa na categoria de Melhor Roteiro Adaptado, sendo o primeiro filme com heróis a conseguir essa indicação, mas perdeu para Me Chame Pelo Seu Nome.

Guardiões da Galáxia Vol.2 (2017)A continuação da família espacial disfuncional de James Gunn foi um tiro certeiro no coração dos fãs. O filme conseguia fazer rir e chorar, proporcionando um dos momentos mais tristes de todo o MCU. O longa também apresentou a maior criatura já construída em CGI na história do cinema: o planeta Ego, que tinha mais de um trilhão de pontos animados. O longa foi indicado por melhores Efeitos Visuais, mas perdeu para Blade Runner 2049, que tinha efeitos mais sóbrios.

Vingadores: Guerra Infinita (2018)Um dos maiores eventos cinematográficos da última década, ‘Guerra Infinita’ surpreendeu a todos com um Thanos (Josh Brolin) perfeitamente construído com CGI foi indicado na categoria de Melhores Efeitos Visuais, mas esbarrou em O Primeiro Homem.

Os Incríveis 2 (2018)Lançado 14 anos após o original, ‘Os Incríveis 2‘ era um desejo antigo dos fãs. O diretor Brad Bird esperou ter uma história boa o suficiente para não fazer uma sequência descartável. Com a melhora da tecnologia, o longa foi um sucesso e foi indicado a melhor animação, mas perdeu para um concorrente muito honrado.

Homem-Aranha no Aranhaverso (2018)Lançado pela Sony Animation, o primeiro filme animado do Homem-Aranha foi louvado pelos fãs do Cabeça de Teia como um dos melhores longas do herói. O estilo da animação misturava 2D com 3D, homenageando os quadrinhos, mangás e cartoons. Além de uma trilha sonora maravilhosa.
O longa foi indicado e levou o prêmio de Melhor Animação, batendo ‘Incríveis 2’.

Pantera Negra (2018)O MCU demorou a ganhar um Oscar, mas quando conseguiu também… Passou o rodo. O filme que tinha o elenco composto majoritariamente por atores negros se tornou um marco cultural na história do entretenimento. O longa foi indicado em SETE categorias e levou três estatuetas para casa, as de Melhor Figurino, Melhor Trilha Sonora e Melhor Design de Produção. Além das indicações a Melhor Edição de Som, Melhor Mixagem de Som, Melhor Canção Original e Melhor Filme, sendo o primeiro filme com heróis a conseguir uma indicação à principal categoria da premiação.

Vingadores: Ultimato (2019)A conclusão épica do MCU fez campanha para ser indicado em quase todas as categorias, mas acabou com uma mísera indicação a Melhores Efeitos Visuais. Há quem acredite que o longa leve a estatueta, mas vendo o recente histórico da Academia com os Heróis Mais Poderosos da Terra, não apostaria nisso.

Coringa (2019)O filme estrelado por Joaquin Phoenix fez história ao ser o primeiro longa com heróis (ou vilões rs) a conseguir 11 indicações no Oscar, sendo o grande favorito da premiação de 2020. Dado o grande número de categorias a que foi indicado e o histórico do filme nas últimas premiações, é muito pouco provável que saia do Oscar de mãos vazias.
Coringa foi indicado a: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Joaquin Phoenix, Roteiro Adaptado, Fotografia, Edição, Cabelo e Maquiagem, Figurino, Trilha Sonora, Edição de Som e Mixagem de Som.

O Oscar acontece em 9 de fevereiro de 2020. Quais suas apostas?

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE