Apesar de ‘Eternos‘ trazer um elenco bastante diversificado e apostar numa trama de representatividade gay, estes elementos não foram tão aprofundados como acontece com os ‘X-Men‘.

Quem é fã da equipe de mutantes sabe que sua luta por igualdade foi inspirada pelas lutas das minorias na tentativa de serem aceitas no mundo.

Durante uma entrevista para o podcast Phaze Zero, o produtor Nate Moore tocou no assunto e disse que ‘Eternos‘ nunca teve o objetivo de fazer uma crítica social, diferente do ‘X-Men‘.

“Para mim, nosso objetivo com o filme não era fazer um filme sobre a diversidade de uma forma crítica como acontece em ‘X-Men’. Na verdade, osX-Men‘ foram criados com esse objetivo, é uma alegoria direta às lutas de pessoas que são condenadas e perseguidas pelo que são. ‘Eternos’ não traz nenhuma análise sobre isso porque é algo natural para eles. Eles nunca precisaram enfrentar o preconceito.”



Por outro lado, ele sugeriu que os filmes dos ‘X-Men‘ vão provocar diversos debates sobre as ‘feridas sociais’ do mundo atual.

“‘Eternos‘ está muito mais para uma conversa sobre fé, propósito e o valor da humanidade, mas não necessariamente no contexto sobre diversidade social. Eu acho que se, e quando chegarmos a um filme dos ‘X-Men‘, esse debate será muito mais adequado porque isso está no DNA dos ‘X-Men‘. Não podemos fazer um filme dos mutantes sem tocar nas feridas sociais que estamos vivendo.”

Aproveite para assistir:

Pelo visto, parece que as discussões sobre as tramas dos filmes dos mutantes já estão em andamento nos bastidores da Marvel

No entanto, ainda não há previsão para a chegada dos heróis ao MCU, então só nos resta aguardar.



Enquanto isso, confira a nossa crítica de ‘Eternos‘:

Crítica | Eternos é o filme mais artístico, complexo e fora da caixinha da Marvel… pelo bem ou pelo mal!

Lembrando que o longa-metragem já está em exibição nos cinemas nacionais.

Eternos‘ segue a jornada de seres quase imortais, produtos da divergência evolucionária que deu origem à raça humana milênios atrás. Os personagens se relacionam com diversos conceitos já introduzidos nos filmes anteriores do universo, desde os Celestiais (que deram as caras em ‘Guardiões da Galáxia‘) até Thanos, cuja própria mãe foi uma de suas vítimas.

O elenco conta também com Salma Hayek (Ajak), Kumail Nanjiani (Kingo), Lauren Ridloff (Makkari), Brian Tyree Henry (Phastos), Lia McHugh (Sprite), Gemma Chan (Sersi), Kit Harington (Cavaleiro Negro), Barry Kheogan (Druig) e Richard Madden (Ikaris).



COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: