Através do Twitter, a Nacon Gaming anunciou que está desenvolvendo um game inspirado no filme original do ‘Robocop‘, dirigido por Paul Verhoeven em 1987.

Intitulado ‘Robocop: Rugue City‘, o projeto é fruto de uma parceria com Teyon Developer e a Metro-Goldwyn-Mayer (MGM), que detém os direitos de imagem da franquia.

De acordo com o anúncio, o título é um jogo de tiro em primeira pessoa e incluirá uma nova história onde os jogadores assumem o papel de Alex Murphy.

Projetado para consoles não especificados e também para PCs, o game tem previsão de estreia somente para 2023.



“Estamos muito ansiosos para colaborar com a NACON e a Teyon para trazer uma das franquias mais atemporais da MGM de volta às plataformas de jogos com uma história totalmente nova”, disse Robert Marick, vice-presidente executivo de produtos e experiências de consumo global da MGM. “O filme é conhecido por sua ação emocionante e pela complexidade narrativa, e estamos ansiosos para que os fãs vivenciem isso em primeira mão durante o jogo.”

Confira o anúncio e o teaser:

Aproveite para assistir:

“Torne-se o herói icônico policial do futuro, parte homem, parte máquina, enquanto você tenta fazer justiça nas perigosas ruas tomadas pelo crime na Velha Detroit. ‘RoboCop: Rogue City’ está chegando em 2023 para consoles e PC!”



Falando em ‘Robocóp‘, o roteirista do filme original, Ed Neumeier revelou ao Moviehole que está trabalhando como produtor executivo em uma vindoura série de TV inspirada na franquia.

Desenvolvida pela MGM, a série será ambientada antes dos eventos do 1º filme, lançado em 1987, e será focada na ascensão de Dick Jones como executivo da OCP, uma organização de segurança privada que administrava a polícia de Detroit.

Para quem não se lembra, Jones (Ronny Cox) foi o responsável pela criação do androide ED-209, projeto militar que fracassou e foi substituído pelo programa Robocop.

“Estou trabalhando na série com a MGM e posso adiantar que o roteiro tem todas as coisas legais que vimos em ‘RoboCop‘, exceto o RoboCop. Contratamos os roteiristas Dave Parkin e Rob Gibbs, que compraram essa ideia de um produtor de TV que é amigo meu. A primeira vez que ouvi a ideia, soube que era algo legal porque teríamos liberdade para explorar o passado de Jones. Ele é um personagem tão interessante e há tantas coisas que podemos fazer com ele…”, disse Neumeier.

Empolgado, ele continuou:

“A ideia abrange muitas possibilidades ligadas aos negócios de tecnologia mesclados com as leis do governo. Isso envolve referências ao Vale do Silício, empresas de softwares, atualizações nos serviços de polícia, há espaço para muitas coisas.”

Infelizmente, o cineasta disse que ainda não há previsão para a estreia, já que a MGM está procurando parceiros para patrocinar a produção.



E como o projeto está nos estágios iniciais, não foram revelados maiores detalhes sobre o elenco e possíveis diretores.

Até lá, vale lembrar que a franquia vai ganhar um novo filme intitulado ‘Robocop Returns‘, que será uma sequência direta do original.

Abe Forsythe, conhecido por seu trabalho na comédia ‘Pequenos Monstros’ (Little Monsters), foi contratado para o cargo de diretor.

Forsythe assumiu a função após a saída de Neil Blomkamp, que deixou o projeto em agosto de 2019 ano devido a conflitos de agenda.

Antes de deixar o projeto, ele revelou no Twitter que a sequência seria com censura para +18 anos, salientando que a trama traria “muita ironia e explosões”.


O roteiro é assinado por Justin Rhodes, baseado em um rascunho primário feito pelos roteiristas do clássico de 1987, Neumeier e Michael Miner.

O longa não deve contar com o astro do filme original, o ator Peter Weller.

Mesmo com 71 anos, muita gente acreditava que o ator retornaria ao papel por conta dos avanços tecnológicos da computação gráfica, mas o site Super Bro Movies que Weller não tem o menor interesse em reprisar o papel.

Isso não é bem uma surpresa para os fãs do ator, que está cada vez mais reservado participando muito pontualmente de alguns filmes, como ‘Star trek: Além da Escuridão’.

Comentários

Não deixe de assistir: