Desde o lançamento de ‘Liga da Justiça‘, o diretor Joss Whedon continua sendo acusado por seus comportamentos abusivos nos bastidores de suas produções.

Após a atriz Charisma Carpenter se pronunciar no Twitter sobre maus-tratos que sofreu de Whedon na época em que ela atuou nas série ‘Buffy, a Caça-Vampiros’ eAngel‘, mais uma atriz decidiu de pronunciar.

Sarah Michelle Gellar, a estrela de ‘Buffy, a Caça-Vampiros‘, postou uma declaração.



“Embora eu tenha orgulho de ter meu nome associado a Buffy Summers, não quero ser para sempre associada ao nome Joss Whedon. No momento eu estou mais focada em criar minha família e sobreviver a uma pandemia”, afirmou.

Ela acrescentou, “Estou com todos as vítimas do abuso e tenho orgulho delas por falarem”.

A declaração completa de Gellar está abaixo.

Aproveite para assistir:



Pela manhã, Charisma Carpenter – a intérprete de Cordelia Chase – revelou os maus-tratos que sofreu de Whedon:

“Durante quase duas décadas, permaneci calada e até dei desculpas para certos eventos que me traumatizam até hoje. Joss Whedon abusou do seu poder em várias ocasiões enquanto trabalhávamos juntos nos bastidores ‘Buffy, a Caça-Vampiros’ e ‘Angel‘. Enquanto ele se divertia em me traumatizar, eu acabei ficando ansiosa e ele estava me alienando, me desempoderando me alienando dos meus colegas.”

Ela continua, dizendo que a relação com Whedon acabou fazendo com que ela adoecesse e adquirisse graves condições físicas que se tornaram um problema até hoje.



Além disso, Carpenter foi chamada de ‘gorda’ quando estava grávida de 4 meses e reforçou que ele criou um ambiente de trabalho tóxico e hostil.

Inclusive, ela alega que o cineasta evitou diversas ligações quando ela tentou avisar que estava grávida e ele ainda sugeriu que ela fizesse um aborto.

“Quando ele soube da minha gravidez, ele me chamou para uma sala fechada e questionou se eu pretendia manter meu bebê”, diz ela.

Confira:



Anteriormente, um casal de dublês que participou de ‘Buffytambém se pronunciou contra Whedon. 

Durante uma entrevista para o Metro, o coordenador de dublês Jeff Pruitt, casado com a também dublê Sofia Crawford, afirmou que Whedon exigiu o término do relacionamento se eles quisessem continuar fazendo parte da série.

“Na quarta temporada, eu estava de saco cheio e disse aos produtores que iria sair para começar minha carreira como diretor de segunda unidade em outra série. Eu não aguentava mais porque Whedon é um egomaníaco. Quando comecei namorar Sofia, me disseram que ele estava obcecado em acabar com nosso namoro. Ele reagiu como se ela e eu estivéssemos escondendo algo.”

Crawford também participou da entrevista e relembrou o episódio, dizendo:

“Fui chamada ao escritório dele e recebi um ultimato. Me disseram: ‘Você pode continuar na série, mas precisa terminar com Jeff. Caso contrário, não apareça mais’. Eu comecei a chorar e respondi: ‘Vai se f#der. Isso é horrível, pode me cortar.”


Até o momento, Whedon não quis se pronunciar sobre as alegações.

Crawford e Pruitt atualmente.

 

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva