O aclamado diretor Luca Guadagnino será o responsável pela nova versão de Scarface e após receber diversas críticas quanto à sua decisão de recriar um longa brilhantemente imortalizado por Brian de Palma e Al Pacino, ele refletiu sobre o assunto.

Em uma entrevista à revista Variety, o cineasta ponderou o motivo de fazer tantos remakes, rebatendo inúmeras alegações de que seus projetos sempre seriam novas versões de clássicos históricos:

“As pessoas alegam que eu só faço remakes, mas a verdade é que o cinema tem se refeito ao longo de toda a sua existência. Não se trata de ser uma forma preguiçosa de não achar ideias originais. Sempre se tratou de olhar para o que certas histórias dizem sobre os nossos tempos”.

Guadagnino é considerado um dos melhores cineastas contemporâneos, tendo ficado responsável por obras como Um Mergulho no PassadoUm Sonho de Amor. Ele também comandou o controverso remake de Suspiria e a série We Are Who We Are, que estreia em breve na HBO. Seu próximo projeto é o remake de O Senhor das Moscas e a sequência do vencedor do Oscar Me Chame Pelo Seu Nome.

Para quem não sabe, a Universal Pictures tenta lançar o reboot há vários anos, mas diversos roteiristas e diretores abandonaram a produção.

Aproveite para assistir:

Em 2011, David Ayer (‘Esquadrão Suicida‘) foi contratado para escrever o roteiro, que seria dirigido por David Yates (‘Animais Fantásticos’).

Após a saída de Yates, o próprio Ayer foi considerado para assumir a direção, mas também abandonou o posto por conta dos atrasos no desenvolvimento do projeto.

Anos mais tarde, os irmãos Ethan e Joel Cohen foram contratados como roteiristas, mas também se desligaram do reboot.

O projeto fará uma atualização do personagem para os dias de hoje. A história será centrada em um imigrante mexicano, que “através de uma campanha ambiciosa e implacável, corre atrás do ‘sonho americano’ – seja isto o que for nesta década.”.

O personagem deve se envolver com o cartel de drogas em Los Angeles.

O primeiro filme protagonizado pelo gângster com a cicatriz no rosto foi ‘Scarface – A Vergonha de uma Nação‘, dirigido por Hawkes e Richard Rosson em 1932. A inspiração para o roteiro foi o mafioso real Al Capone, que tinha o apelido de “Scarface”.

Palma usou o longa como inspiração para seu ‘Scarface‘, que teve Al Pacino no papel do protagonista. Escrito por Oliver Stone, o remake de 1983 é mais conhecido que o original e notório por sua violência. Nessa versão, o italiano Tony Camonte se tornou Tony Montana, um refugiado cubano.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE