Terry Jones, membro fundador do grupo britânico Monty Python e um dos comediantes, roteiristas, diretores, poetas, historiadores e autores mais adorados no mundo, morreu ontem, 21 de janeiro. Ele tinha 77 anos.

Seu agente confirmou o falecimento para a BBC. Jones já sofria de demência desde setembro de 2016, o que o deixou sem a capacidade de falar.

“Estamos profundamente tristes em ter que anunciar a morte de um amado marido e pai, Terry Jones”, disse a família em uma declaração oficial.


Conhecido por seus retratos de donas de casa de meia-idade (normalmente com vozes histéricas), Jones ficou famoso por gritar a famosa fala “ele não é o Messias, é um garoto muito malvado” no aclamado longa-metragem A Vida de Brian (1979). O diálogo conquistou o topo dos mais engraçados da história do cinema inglês.

O comediante nasceu em Gales do Norte e estudou na Universidade de Oxford, onde conheceu seu colaborador e amigo Michael Palin. Dois anos depois de seu primeiro trabalho, criaram o programa The Complete and Utter History of Britain, que trazia esquetes da História caso a televisão já existisse no passado.

Aproveite para assistir:

Dentre seus trabalhos mais famosos, podemos citar também O Cálice SagradoO Sentido da VidaAsterix e Obelix contra César e muitos outros. Seus últimos trabalhos incluem a versão ao vivo de ‘Monty Python’ e o documentário Boom Bust Boom.

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE