Conforme publicado no Diário Oficial da União em 27 de agosto, estão em vigor, a partir do dia 15/9, os decretos que só permitem a entrada das pessoas em certos estabelecimentos mediante a apresentação da carteirinha de vacinação comprovando que o cliente tomou um ou duas doses da vacina contra a Covid-19. Dentre os locais que precisam da apresentação estão pontos turísticos, academias, museus, cinemas, teatros e cinemas drive-in. A medida é válida não só para os cariocas, mas também para os turistas que estejam visitando a cidade.

Para não ser barrado na porta do cinema ou do teatro, o cliente precisará apresentar sua Carteira de Vacinação Digital ou o comprovante de papel cedido após a vacinação (de uma ou duas doses) que atestem que a pessoa tomou uma ou duas doses da vacina contra o coronavírus. A Carteira de Vacinação, caso tenha sido carimbada com a comprovação das vacinas, também pode ser apresentada.



Para conseguir a Carteira de Vacinação Digital, o cliente precisa ter uma conta no portal do Governo Federal, mas pode fazê-la na hora. É bem simples. Com a conta feita, basta acessar o site do ConecteSUS ou baixar o aplicativo do ConecteSUS que está disponível para Android e iOS. Conectado ao site ou ao app, é só apertar o botão Vacinas e entrar em Carteira de Vacinação Digital. Você será direcionado para uma página onde será mostrado o documento. Também fica disponibilizado um PDF do arquivo, que pode ser baixado ou impresso. Os estabelecimentos em questão estão aceitando um print desse documento, a versão on-line – que pode ser mostrada na hora – ou o papel impresso. Um documento original com foto deve ser apresentado também.

Basta clicar em Vacinas na home do site ou do app.

Adolescentes e crianças que não tenham sido contemplados pelo plano de vacinação até o momento que estiverem indo ao cinema não precisam apresentar o comprovante. Vale lembrar também que pessoas que levarem o documento fraudado ou que forem aos postos de vacinação e pegarem os comprovantes sem tomarem a vacina, se identificados, terá o caso encaminhado às autoridades, já que constitui crime de falsificação de documento oficial – e pode levar à prisão, e terá de pagar um multa de R$ 1 mil reais. Ou seja, não vacile, se vacine e comprove que você é um cidadão consciente e vacinado.

Aproveite para assistir:

Vale lembrar também que as medidas de distanciamento social e o uso de máscaras dentro das sessões seguem valendo e precisam ser respeitados. O Rio vive um momento de queda nos casos, internações e mortes pela Covid, mas segue como o epicentro da variante Delta no país, então os cuidados devem ser mantidos para evitar que uma ida ao cinema acabe com a vida de alguém.

Comentários

Não deixe de assistir: