A Warner Bros. possui planos ambiciosos para o futuro da DC no meio cinematográfico e já está planejando o seu futuro a longo prazo, com a perspectiva de lançar mais de quatro filmes baseados nos quadrinhos direto nos cinemas, a partir de 2022. A informação foi revelada pelo próprio presidente da DC Films, Walter Hamada, em entrevista ao The New York Times.

Na ocasião, o executivo e também produtor salientou que os filmes mais caros da DC serão produzidos para serem lançados nas telonas. Além disso, a divisão da WarnerMedia ainda planeja outros longas adicionais de menor escala, com o objetivo de lançar dois por ano.

De acordo com o The New York Times, a expectativa é de que esses projetos menores sejam de personagens “mais arriscados”, como Batgirl e Super Choque, com longas desse porte sendo lançados exclusivamente na plataforma de streaming da empresa, a HBO Max.

O ano de 2021 promete ser desafiante para a Warner Bros., que tomou a polêmica e ousada decisão de lançar todos os seu longas na HBO Max, uma decisão sem precedentes que gerou diversas controvérsias com os principais cineastas parceiros do estúdio.



A decisão não apenas redefinirá a indústria cinematográfica, como também fora feita sem qualquer discussão ou análise prévia com os cineastas, produtores e estúdios parceiros da WarnerMedia, conforme pontuando pelo diretor Christopher Nolan – chegou a chamar a medida é uma grande “bagunça”.

Em uma entrevista ao ET Online, o aclamado diretor fez duras críticas a Warner Bros., afirmando que os cineastas e profissionais envolvidos nos projetos deveriam ter sido consultados previamente, em respeito ao extenso trabalho desempenhado em seus filmes:

“Há tanta controvérsia ao redor disso, porque eles não contaram a ninguém. É muito, muito, muito bagunçado. Um verdadeiro esquema de ‘isca-e-troca’. Sim, você não deveria tratar esses cineastas, estrelas e pessoas assim, eles deram muito por esses projetos. Eles  merecem ser consultados e comunicados a respeito do que vai acontecer com o seu trabalho”.

A contar pelos novos planos para o futuro da DC, acredita-se que a Warner Bros. tenha interesse em cumprir com a palavra de que a polêmica decisão vigore apenas para o ano de 2021, com os lançamentos nos cinemas sendo retomados no ano seguinte.



Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva