Weinstein Company rejeita proposta de venda e vai declarar FALÊNCIA

Weinstein Company rejeita proposta de venda e vai declarar FALÊNCIA



Parece que o planos de ressuscitar a Weinstein Company, produtora de Harvey Weinstein, foram por água abaixo.

Após as revelações de diversos casos de assédio e até mesmo abuso sexual cometidos por ele em 2017, um dos estúdios de maior prestígio nas principais premiações do ramo viu sua longa trajetória permeada por estatuetas do Oscar desabar.

Com a venda da empresa sendo a única solução viável, a WC – que respira com auxílio de aparelhos – está com seus dias contados.

Segundo uma carta recebida pelo The Hollywood Reporter, a empresa recusou o oferta de compra feita por Maria Contreras-Sweet e Ron Burkle, dois representantes de um grupo de investidores. Com a recusa, a Weinstein não vê outra solução que não seja declarar falência.

Recentemente, alguns de seus filmes foram vendidos a outros estúdios, para que eles pudessem ter uma nova chance de ver a luz do projetor. Dentre eles temos ‘Paddington 2’ e ‘The Six Billion Dollar Man’, ambos comprados pela Warner Bros.

Ator de ‘Pânico’, sabia das acusações de assédio sexual contra Harvey Weinstey 

Aproveite para assistir:


Lena Headey, a Cersei, conta tudo sobre quando Harvey Weinstey tentou estuprá-la

Atriz de ‘The Big Bang Theory’ diz que roupas modestas evitam o assédio sexual

Harvey Weinstein é expulso do Oscar; confira a declaração da Academia

Harvey Weinstein ameaçou Felicity Huffman para ela usar vestidos da grife de sua esposa

Lindsay Lohan defende Harvey Weinstein após várias denúncias de assédio sexual

Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow acusam produtor Harvey Weinstein de assédio sexual

Produtor Harvey Weinstein é demitido por assédio sexual

Woody Allen diz estar “triste” por Harvey Weinstein e causa revolta

 

 



COMENTÁRIOS