O Dia das Mães é celebrado nesse domingo, 9 de maio, mas a verdade é que devemos celebrar as mães todos os dias do ano. Comumente deixamos de pensar em nossas mães como mulheres guerreiras que também lutam, trabalham e são muito, muito inspiradoras! Eis aqui uma listinha de 10 mãezonas da ficção que não abaixam a cabeça e que podem inspirar muita gente:

10 – Ângela, ‘Fala Sério, Mãe!’ – Telecine

Ângela ama muito sua filha, Malu. Tanto, que quer fazer parte de todos os momentos da vida da menina, ainda que por vezes isso cause algum constrangimento. Ao longo do filme, vemos quão importante é ter uma relação próxima aos filhos, e como a inserção de uma carreira gera autoestima na vida dessa mãe.



9 – Celeste, Madeline, Jane e Boonie, ‘Big Little Lies’ – HBO

Aproveite para assistir:

Essas quatro mães são o centro da série ‘Big Little Lies’. Cada uma, à sua maneira, corre atrás de seus objetivos pessoais ao mesmo tempo em que protegem seus filhos da terrível sociedade californiana que impõe regras estéticas e de conduta. Ao longo dos episódios, um segredo irá criar um forte laço de amizade entre elas.



8 – Dra. Jean Milburn, ‘Sex Education’ – Netflix 

As duas temporadas de ‘Sex Education’ só existem porque uma personagem existe: a Dra. Jean Milburn. Ela é psicóloga com especialização em sexualidade e sexo. É mãe de Otis e atende os clientes em casa, o que torna seu lar um local cheio de objetos e leituras sobre o tema. Quando os amigos de Otis descobrem isso, todos na escola começam a falar mais abertamente sobre educação sexual.

7 – Dona Hermínia, ‘Minha Mãe é uma Peça’ – Telecine  

Dona Hermínia é uma mãezona com um coração maior que o mundo. Separada, cria os dois filhos com muito amor e pouca paciência, afinal, cuidar de adolescentes é um desafio enorme. De maneira intrometida e sem papas na língua, Dona Hermínia representa um retrato da mãe brasileira batalhadora e protetora.

6 – Celia e Sofia, ‘Vovó Saiu do Armário’ – Netflix



Esse filme nem é muito bom não, mas tem uma pauta importante: a liberdade sexual das mulheres mais velhas. Celia e Sofia são mães, são avós, são melhores amigas e estão apaixonadas. Juntas, as duas enfrentam os narizes torcidos da família inteira em nome do amor e da felicidade para poderem se casar.

5 – Ana e Mariana, ‘Mãe Só Tem Duas’ – Netflix

Mãe Só Tem Duas’ é uma série sobre maternidade, em que Ana e Mariana, ao darem à luz, têm seus bebês trocados. A partir da descoberta do erro, as duas passam a aprender que o amor é o que é mais importante, pois mãe é quem cria, educa e dá amor, não apenas quem dá à luz. As duas também vão lutar pelo direito à maternidade, cada uma em seu contexto social.


4 – CJ Walker, ‘A Vida e a História de Madam CJ Walker’ – Netflix

A minissérie sobre a primeira mulher preta que se tornou milionária através do empreendimento nos EUA joga luz sobre a vida de Madame CJ Walker, que, através de muito, muito esforço e inteligência, construiu um império a partir de produtos de beleza e de cuidados com o cabelo da mulher preta. Fez tudo isso sempre tendo em mente o empoderamento através do cabelo e deixou o legado inspirador para a filha, A’Lelia Walker.

3 – Haia, ‘Desalma’ – Globoplay

Haia perdeu a filha antes da história de ‘Desalma’ começar, mas todas as suas ações são pensadas nesta filha – antes, para o bem estar dela, e após a morte da filha, quando Haia passa a fazer de tudo para trazer a filha de volta, através da magia, mas também para trazer justiça sobre os verdadeiros assassinos de sua filha. De maneira alegórica, representa a mulher, a mãe, que busca incansavelmente a justiça à memória da filha.

2 – Georgia, ‘Ginny e Georgia’ – Netflix

Georgia não é exatamente um bom exemplo, mas ninguém sabe disso. Desde que ficou grávida, aos 15 anos, Georgia tem feito das tripas coração para prover tudo que há de melhor para Ginny e Austin, e isso inclui mentir, roubar, enganar, esconder a verdade, seduzir, enfim, todo tipo de tramoia. Mas Georgia também é uma mãezona maneiríssima, dessas que fazem sucesso entre os amigos dos filhos e rapidamente conquista seu lugar onde quer que vá. De uma maneira meio torta, é uma personagem carismática e inspiradora.

1 – Wanda, ‘WandaVision’ – Disney+

Com toda a roupagem de Marvel e dos Vingadores, a gente esquece que Wanda também é mãe. Na série de sucesso ‘WandaVision’ fica bem evidente o quanto ela muda – e protege e luta seus filhos – a partir do nascimento deles. Para criar um mundo feliz para sua família, Wanda faz de tudo – de tudo mesmo. Esse é o tamanho do amor dela.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: