Após a divulgação da gigantesca queda de assinantes da Netflix, que ocorreu no primeiro trimestre desse ano, foi visto que hoje as ações da empresa simplesmente despencaram. Pelos números da bolsa Nasdaq, em Nova York, as ações da gigante da streaming caíram em 36,5% por volta das 11h50, pelo horário de Brasília. Na Bovespa, as ações registraram queda de 25% nesse mesmo horário, chegando ao valor de R$ 20,74.

De acordo com o balanço divulgado pela própria Netflix, a companhia perdeu mais de 200.000 assinantes em todo o mundo apenas no primeiro trimestre desde o final de 2021, período em que previa ganhar mais de 2,5 milhões de clientes. A empresa explicou que a queda se deve à dificuldade de conseguir novos assinantes e também à suspensão do seu serviço na Rússia.

“A suspensão de nosso serviço na Rússia e a diminuição progressiva do número de assinantes pagos russos levou a uma perda bruta de 700.000 assinaturas. Sem este impacto, teríamos 500.000 assinantes adicionais”, informa a declaração oficial da Netflix.

Lembrando que a Netflix faturou 7,9 bilhões de dólares no primeiro trimestre de 2022, 10% a mais que no mesmo período do ano passado, graças aos aumentos do número de assinantes em 12 meses (+6,7%) e à alta na cobrança pelo serviço. O lucro foi de 1,6 bilhão de dólares, abaixo do valor do primeiro trimestre de 2021, que era de 1,7 bilhão de dólares.



Aproveite para assistir:



Não deixe de assistir: