Após anos de disputa entre Angelina Jolie e Lady Gaga, quem ficou com o papel de ‘Cleópatra‘ foi a atriz Gal Gadot.

E é claro, a atriz sofreu um “cancelamento” na internet por topar viver a figura icônica e “embranquecê-la”.

Enquanto a história de Cleópatra se passa no Egito, ela não era realmente egípcia, ela era grega. Gadot, que é israelense, se manifestou contra a reação negativa dos internautas e argumentou a favor de seu elenco.

“Em primeiro lugar, se você quiser ser fiel aos fatos, então Cleópatra era macedônica. Estávamos procurando uma atriz macedônica que se encaixasse na Cleópatra. Ela não estava mais lá e eu estava muito apaixonado por Cleópatra.”, disse Gadot ao Sam Asi da BBC Arabic.



A atriz faz referência ao fato de que à partir do ano 700 a.C., o povo denominado macedónio emigrou para o leste.

“Tenho amigos de todo o mundo, sejam muçulmanos, cristãos, católicos, ateus, budistas ou judeus, é claro … Pessoas são pessoas, e comigo quero celebrar o legado de Cleópatra e honrar este ícone histórico incrível que eu tanto admiro. Você sabe, qualquer um pode fazer este filme, e qualquer um pode ir em frente e fazê-lo. Estou muito entusiasmada por fazer o meu próprio também.”, concluiu. 

A Paramount Pictures venceu a disputa pelo projeto que também estava na mira da Netflix, Warner Bros. e Apple TV+ .

A direção ficará por conta de Patty Jenkins, de ‘Mulher-Maravilha‘.



Ainda sem título, o longa é descrito como um drama histórico, político e sangrento, contado através de uma perspectiva feminista.

O longa de 1963 entrou para a história como uma das produções mais elogiadas de Hollywood e quase causou a falência da 20th Century Fox, tudo por conta do cachê de US$ 1 milhão exigido por Elizabeth Taylor para estrelar o longa.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva