A situação do cineasta Joss Whedon não está nada boa, mediante o surgimento de novas acusações de comportamento abusivo cometidos por ele.

E o ator Harry Lennix veio a público comentar as recentes denúncias feitas por Ray Fisher, Charisma Carpenter e Michelle Trachtenberg. Em uma entrevista à revista Variety, ele se compadeceu às supostas vítimas, mas ponderou que sua experiência com Whendo foi livre de conflitos.

Disse:



“Lamento que alguém tenha vivido o que foi descrito. Obviamente, há um lado da história que ouvimos. Não sei se Joss fez qualquer comentário. Como você ressaltou, trabalhei com Joss de forma bastante próxima por alguns anos lá. Não vi esse comportamento e, ao mesmo tempo, como ator, meu coração se compadece de qualquer pessoa que teve que suportar esse tipo de tratamento. Frequentemente somos tratados como cidadãos de segunda classe. Mas eu não vi isso e ficaria curioso para saber qual foi a resposta [de Joss] quanto a isso”. 

Entenda o caso

O cineasta Joss Whedon tem sido acusado por seu comportamento abusivo desde 2017, quando sua ex-esposa Kai Cole publicou um bombástico artigo no site The Wrap, revelando detalhes do seu comportamento reprovável.

E em meio às constantes e mais recentes acusações feitas pelo astro Ray Fisher, de ‘Liga da Justiça‘, novas revelações relacionadas a Whedon vieram à tona, só que dessa vez por parte de membros do elenco da aclamada série ‘Buffy, a Caça-Vampiros‘.

Após Charisma Carpenter se pronunciar pelo Twitter, afirmando ter sofrido maus-tratos, pressão psicológica e assédio por parte do criador da série, agora foi a vez de Michelle Trachtenberg compartilhar a sua história.

Aproveite para assistir:



Sem dar muito detalhes referentes ao incidente envolvendo o seu nome e o de Whedon, ela agradeceu à Sarah Michelle Gellar por demonstrar o seu apoio a todos os supostos sobreviventes de abuso e revelou que – durante o seu período de trabalho em Buffy’- havia uma regra que proibia o diretor de ficar a sós com ela.

Por meio de sua conta oficial do Instagram, a atriz, que também estrelou ‘Gossip Girl‘ escreveu:

“Obrigada Sarah Michelle Gellar por dizer isso. Hoje, aos 35 anos, eu sou uma mulher muito mais corajosa para republicar isso, porque isso precisa ser conhecido. Como uma adolescente, com o seu comportamento nada apropriado. Muito inapropriado. Então agora as pessoas sabem o que Joss fez.



O último comentário que farei sobre isso. Havia uma regra que dizia que ‘ele não tem autorização de ficar a sós com a Michelle novamente'”.

No caso da atriz Charisma Carpenter, ela se pronunciou no Twitter e revelou os maus-tratos que sofreu de Whedon na época em que atuou nas série ‘Buffy, a Caça-Vampiros’ eAngel’.

Em parte da publicação, a intérprete de Cordelia Chase diz que:

“Durante quase duas décadas, permaneci calada e até dei desculpas para certos eventos que me traumatizam até hoje. Joss Whedon abusou do seu poder em várias ocasiões enquanto trabalhávamos juntos nos bastidores ‘Buffy, a Caça-Vampiros’ e ‘Angel‘. Enquanto ele se divertia em me traumatizar, eu acabei ficando ansiosa e ele estava me alienando, me desempoderando me alienando dos meus colegas.”



Ela continua, dizendo que a relação com Whedon acabou fazendo com que ela adoecesse e adquirisse graves condições físicas que se tornaram um problema até hoje.

Além disso, Carpenter foi chamada de ‘gorda’ quando estava grávida de 4 meses e reforçou que ele criou um ambiente de trabalho tóxico e hostil.

Inclusive, ela alega que o cineasta evitou diversas ligações quando ela tentou avisar que estava grávida e ele ainda sugeriu que ela fizesse um aborto.

“Quando ele soube da minha gravidez, ele me chamou para uma sala fechada e questionou se eu pretendia manter meu bebê”, diz ela.

Confira:


Anteriormente, um casal de dublês que participou de ‘Buffytambém se pronunciou contra Whedon. 

Durante uma entrevista para o Metro, o coordenador de dublês Jeff Pruitt, casado com a também dublê Sofia Crawford, afirmou que Whedon exigiu o término do relacionamento se eles quisessem continuar fazendo parte da série.

“Na quarta temporada, eu estava de saco cheio e disse aos produtores que iria sair para começar minha carreira como diretor de segunda unidade em outra série. Eu não aguentava mais porque Whedon é um egomaníaco. Quando comecei a namorar a Sofia, me disseram que ele estava obcecado em acabar com nosso namoro. Ele reagiu como se ela e eu estivéssemos escondendo algo.”

Crawford também participou da entrevista e relembrou o episódio, dizendo:

“Fui chamada ao escritório dele e recebi um ultimato. Me disseram: ‘Você pode continuar na série, mas precisa terminar com Jeff. Caso contrário, não apareça mais’. Eu comecei a chorar e respondi: ‘Vai se f#der. Isso é horrível, pode me cortar.”

Até o momento, Whedon não quis se pronunciar sobre as alegações.

Crawford e Pruitt atualmente.

Para quem não se lembra, a personagem Buffy foi criada em 1992 no filme Buffy – A Caça-Vampiros’, e foi vivida pela atriz Kristy Swanson.

Embora tenha uma péssima reputação, o longa foi a base para a cultuada série estrelada por Sarah Michelle Gellar, que estreou em 1997 e teve 07 temporadas, sendo exibida originalmente até 2003.

A história ganhou continuidade em duas séries em quadrinhos. A 8ª temporada foi publicada entre 2007 e 2011, e a 9ª teve início em 2011 e ainda tem dois volumes inéditos.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva