A atriz Barbara Shelley, conhecida como “a rainha do terror britânico” através das produções clássicas da Hammer Studios, morreu aos 88 anos.

Nascida em 13 de fevereiro de 1932, no Reino Unido, a artista começou sua carreira no gênero terror com o filme ‘Cat Girl‘, em uma atuação que pavimentou seus papéis de maior destaque em ‘The Camp on Blood Island‘ (1958), ‘Sangue de Vampiro‘ (1958), ‘A Aldeia dos Amaldiçoados‘ (1960), ‘A Sombra do Gato‘ (1961) e ‘A Górgona‘ (1964).

Seus créditos ainda incluem ‘O Segredo da Ilha de Sangue‘ (1965), ‘Drácula: O Príncipe das Trevas‘ (1966), ‘Rasputin: O Monge Louco‘ (1966) e ‘Uma Sepultura na Eternidade‘ (1967), entre muitos outros.



Durante o seu tempo com a Hammer Studios, Shelley declarou: “Quando eu comecei a trabalhar com a Hammer, todos os atores clássicos olhavam com desdém aos filmes de terror. Para mim, foi incrível trabalhar com a Hammer e ganhar reconhecimento. Ninguém se lembra dos outros filmes que eu participei. Sou grata aos filmes de terror porque eles me construíram uma base de fãs, e eu fico muito emocionada quando as pessoas pedem meu autógrafo.”

Thomas Bowington, agente da atriz, afirmou em uma declaração: “Ela realmente era a estrela principal e a rainha do Technicolor da Hammer.”

Aproveite para assistir:



Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE