Quando Robert Pattinson foi escalado como Bruce Wayne no novo filme do ‘Batman‘, tanto o astro quanto o diretor Matt Reeves foram bombardeados com comentários negativos.

Grande parte das críticas foram por conta do trabalho de Pattinson na saga ‘Crepúsculo’, mas o público acabou aceitando a escolha quando as primeiras imagens do filme foram divulgadas.

Durante uma entrevista para a Esquire, Reeves foi questionado sobre como reagiu às críticas, ao que ele respondeu:

“Eu já esperava por isso. Nenhum dos atores que interpretaram o Batman foram recebidos de braços abertos na época do anúncio. Todos eles passaram por algum tipo de hate. Para mim, o que importa é a opinião das pessoas que conhecem o trabalho de Rob pós-‘Crepúsculo’. Eu sabia que as pessoas que reclamaram só o conheciam por causa de ‘Crepúsculo‘.”



Reeves acrescentou que a atuação de Pattinson em ‘Bom Comportamento‘ (2017) o convenceu de que ele era o protagonista ideal.

Aproveite para assistir:

“Enquanto eu escrevi o roteiro junto com Mattson Tomlin, assisti ‘Bom Comportamento‘ e pensei: ‘Esse cara tem um tipo de raiva interior que se conecta com o personagem, eu quase posso sentir esse desespero’. Naquele momento, praticamente já estava decidido que Rob era a escolha certa. E eu nem fazia ideia se ele gostaria de atuar no filme porque ele estava numa vibe de fazer filmes independentes, na época.”

E aí, você também está com altas expectativas para ver a versão do Homem-Morcego de Pattinson?

Lembrando que ‘Batman‘ estreia em 03 de março e terá duração de 176 minutos (2 horas e 56 minutos), tornando-o o filme mais longo do personagem.



Até então, o mais longo era ‘Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge‘, com 2 horas e 45 minutos, seguido por ‘Batman: O Cavaleiro das Trevas‘ e ‘Batman vs. Superman‘, ambos com 2 horas e 32 minutos.

Confira o trailer e siga o CinePOP no YouTube:

Em entrevista, Reeves comentou que o longa será diferente dos filmes anteriores e não se apresentará como uma tradicional história de origem, como já vimos no passado. Conforme ele explicou, o longa fará referências às suas origens, mostrando uma perspectiva muito mais emocional e complexa.

“Eu senti que vimos muitas histórias de origem do personagem. Parece que as coisas vão cada vez mais longe nessa fantasia, e eu pensei ‘bem, um lugar onde ainda não estivemos é fundamentando-o da maneira que os quadrinhos Ano Um faz, chegando direto em um jovem Batman, não sendo um conto de origem, mas referindo-se às suas origens e abalando-o até o âmago. Você pode fazer com que sua história seja muito prática, mas também pensei que poderia ser o filme do Batman mais emotivo já feito.” 



Além de Pattinson no papel principal, o elenco conta com Andy Serkis (Alfred), Zoe Kravitz (Mulher-Gato), Jeffrey Wright (Comissário Gordon), John Turturro (Carmine Falcone), Peter Skarsgaard, Jayme Lawson, Gil Perez-Abraham, e os irmãos Max e Charlie Carver.

Não deixe de assistir: