Em apenas uma semana de estreia, ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa‘ faturou incríveis US$ 638 milhões pelo mundo.

Somente nos EUA, o longa está com US$ 297,2 milhões e está prestes a se tornar o primeiro filme a ultrapassar os US$ 300 milhões na era da pandemia na América do Norte.

A marca vem acompanhada da quebra de diversos outros recordes, já que o filme se tornou a pré-estreia mais lucrativa entre os filmes do Cabeça de Teia, com US$ 50 milhões.

Além disso, registrou a maior abertura aqui no Brasil, atraindo mais de 1,7 milhão de espectadores e arrecadando R$ 34 milhões nas sessões de pré-estreia (15) e em seu primeiro dia em cartaz (16).



O recorde anterior pertencia a ‘Vingadores: Ultimato‘, que levou 1,5 milhão de pessoas no primeiro dia em exibição em uma quinta-feira, e conseguiu arrecadar R$ 24 milhões.

Agora, ‘Homem-Aranha‘ vai enfrentar a concorrência de ‘Matrix Resurrections’, ‘Sing 2’ e ‘King’s Man – A Origem’ em alguns cinemas ao redor do mundo.

Aproveite para assistir:

Mesmo assim, esses títulos não parecem páreo para a mais nova produção da Sony em parceria com a Marvel.

Mas que impacto isso pode trazer para a indústria cinematográfica?



De acordo com a Variety, as cópias de ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa foram distribuídas em nada menos que 4.336 cinemas dos EUA, compondo 92% das salas do país.

Filmes com apelos mais artísticos e voltados para um público de idades mais diversificadas, como ‘Casa Guccie ‘Amor, Sublime Amor‘ acabaram ficando para trás nesta corrida desenfreada por bilheterias.

Em quase um mês em cartaz, Casa Gucci arrecadou apenas US$ 109,5 milhões pelo mundo, enquanto ‘Amor, Sublime Amor‘ fez míseros US$ 28,2 milhões em três semanas de exibição pelo mundo.

Até mesmo o mais recente suspense de Guillermo del Toro, ‘O Beco do Pesadelo‘ passou despercebido nas 2.145 salas em que está sendo exibido nos EUA.

Até o momento, o longa aclamado pela crítica e com um elenco repleto de estrelas (incluindo Cate Blanchett, Tony Collette, Willem Dafoe) acumulou apenas US$ 3,1 milhões no mercado interno.

Para Paul Dergarabedian, consultor de uma empresa de contabilização de dados chamado Comscore, ‘Homem-Aranha 3‘ reforça como o monopólio pode ser prejudicial para qualquer setor.

“No presente momento, a indústria cinematográfica é basicamente um mercado de um único filme, já que ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’ operando em um universo alternativo onde não existem preocupações com a COVID e deixa a migalha que sobrar para os demais lançamentos que não compartilham da fanbase criada ao longo de anos de supervalorização de um subgênero específico [o das adaptações de quadrinhos].”



Toda essa repercussão tem gerado um debate sobre a capacidade – ou incapacidade – de retorno financeiro dos filmes voltados para um público mais velho, o que pode acabar causando uma falta de interesse em investir nesses tipos de filmes.

E aí, qual é a sua opinião sobre o assunto?

Assista ao trailer de ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa‘ e siga o CinePOP no YouTube:


Dirigido novamente por Jon Watts, o elenco conta com Tom Holland, Zendaya, Benedict Cumberbatch, Marisa Tomei, J.K. Simmons, Jamie Foxx, Alfred Molina, Martin Starr e Jacob Batalon.

 

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: