A ideia dos estúdios de lançarem seus filmes simultaneamente nos cinemas e no streaming não agradou as grandes redes de cinema.

A Cinemark anunciou que Raya e o Último Dragão, a nova animação dos estúdios Walt Disney, não será exibido em seus cinemas nos EUA..

A Disney havia programado de lançar o filme em mais de 2.000 cinemas norte-americanos e vender o filme ao mesmo tempo por US$ 30 no streaming da Disney+, ambos a partir de 5 de março.



De acordo com o Deadline, as condições de exibição da Disney foram difíceis, levando as redes de cinemas a optar por não exibir o filme.

No Brasil, a Cinemark e o Cinepólis, as duas maiores do país, também não devem exibir os filmes em suas salas.

“No ambiente operacional atual, estamos tomando decisões de reserva de curto prazo em uma base discreta, filme por filme, com foco no benefício de longo prazo dos expositores, estúdios e espectadores”, disse um representante da Cinemark à EW .

“Enquanto estamos conversando com a The Walt Disney Company, ainda não chegamos aos termos de janela aceitáveis ​​para ‘Raya e o Último Dragão’. À medida que continuamos a trabalhar com nossos parceiros de estúdio, continuamos otimistas de que chegaremos a termos mutuamente benéficos que fornecerão cinéfilos a oportunidade de ver a emocionante programação de filmes em nossos cinemas. “

Aproveite para assistir:



Raya e o Último Dragão é a nova e aguardada animação dos estúdios Walt Disney e já em agradando à crítica internacional.

No Rotten Tomatoes, o longa abriu com 94% de aprovação, com nota 7.80/10 baseada em 54 reviews até o momento. A obra foi elogiada pela nostalgia da história, pelos visuais e pelas mensagens que entregou ao público.

Confira as críticas abaixo:



“Uma série de ideias familiares se transforma em algo relativamente original” – ScreenCrush.

“Incrível. ‘Kill Bill’ se encontra com ‘Avatar’‘Aladdin’. […] Sob a tutela de Jennifer Lee, a animação da Disney entra em uma nova renascença” – Beyond the Trailer.

Raya e o Último Dragão pode contar uma história familiar, mas uma animação estupenda, um elenco de personagens adoráveis e uma perspectiva interessante ofuscam o fato de ser um pouco previsível” – Bleeding Cool.

Raya e o Último Dragão é a história de princesas da Disney mais divertida desde ‘Mulan’” – Den of Geek.

“Uma recomendação morna. Não tem a força e o foco de outros filmes melhores da Disney” – Dan Murrell Reviews.



Por R$ 69,90 e pelo tempo limitado entre 5 a 19 de março, os assinantes do Disney+ poderão ver e rever a animação quantas vezes quiserem nos seus dispositivos preferidos, ao mesmo tempo em que o filme entra em cartaz nos cinemas.

Os assinantes Premier Access visualizarão a animação assim que clicarem na área exclusiva, sem prazos para assisti-la, sem interrupções e sem outras limitações além das já estipuladas no contrato de assinantes e enquanto mantiverem sua assinatura ativa.

Dirigido por Hall e por Carlos López Estrada, o longa é a 59º animação da Disney e sua primeira aventura de fantasia inspirada nas culturas do sudeste asiático.


Há muito tempo, no mundo de fantasia de Kumandra, humanos e dragões viviam juntos em harmonia. Mas quando uma força maligna ameaçou a terra, os dragões se sacrificaram para salvar a humanidade. Agora, 500 anos depois, o mesmo mal voltou e cabe a uma guerreira solitária, Raya, rastrear o lendário último dragão para restaurar a terra despedaçada e seu povo dividido. No entanto, ao longo de sua jornada, ela aprenderá que será necessário mais do que um dragão para salvar o mundo – também será necessário confiança e trabalho em equipe.

Kelly Marie Tran estrela a produção, dando voz à Raya. O elenco ainda conta com Awkwafina como Sisu, Gemma Chan como Namaari, Daniel Dae Kim como Benja, Sandra Oh como Virana e Benedict Wong como Tong.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva