Bret Easton Ellis é um dos mais polêmicos escritores da atualidade. Seus livros são grotescos, violentos, repulsivos, mas ótimos!
Ellis já teve três de seus livros levados à telona.

O primeiro foi “Abaixo de Zero” (com Robert Downey Jr., que eu adoro) – que eu não assisti… fico devendo essa – o segundo foi “Psicopata Americano” – um dos meus filmes preferidos – e acaba de estrear nos EUA a mais nova adaptação de um livro seu, “The Rules Of Attraction” ( o trailer está disponível no site) – dirigido por Roger Avary, que junto com Quentin Tarantino escreveu o roteiro de “Pulp Fiction” e dirigiu “Parceiros do Crime”.


Eu admito que nunca tinha ouvido falar de Bret Easton Ellis antes de assistir “Psicopata Americano“, mas depois de assistir o filme comprei não só esse livro, como também o mais recente dele, chamado “Glamorama” e virei fãnzoca do cara.

Sobre “Psicopata Americano” – filme e livro: O filme, dirigido por Mary Harron (que antes havia dirigido “Um Tiro Para Andy Warhol“) é excelente e conta com a interpretação estonteante de Christian Bale.

O filme é excelente desde a primeira cena, com o yuppie Patrick Bateman (Christian Bale) fazendo uma detalhada descrição dos produtos de beleza masculinos que ele usa (surreal!). “Psicopata Americano” é um filme excepcional. Passado na década de 80, o filme conta a história do yuppie Patrick Bateman que é bonito, rico, tem uma noiva perfeita mas se sente entediado com a vida e mata pessoas por puro prazer, em alguns casos, ele chega até mesmo a cometer atos de canibalismo com as suas vítimas, tudo embalado a sucessos da década, como Whitney Houston por exemplo.

Aproveite para assistir:

O filme é forte, e portanto comprei o livro já sabendo o que me esperava. Li o livro em 3 dias e em alguns momentos tive vontade de jogá-lo na parede, tanta foi a repulsa que me causou. Bret Easton Ellis consegue ocupar 3 a 4 páginas descrevendo rituais grotescos de Patrick Bateman, e tudo cheio de detalhes no mínimo asquerosos. Fiquei pensando, que tipo de pessoa consegue descrever tão detalhadamente situações tão repulsivas como as desse livro? Cheguei a conclusão de que é necessário muito talento ou então uma pitadinha de uma personalidade psicótica – fico com a primeira opção – Ellis escreve pra chocar, é essa a intenção, nada é sem querer, é tudo proposital, e a isso se deve seu sucesso. Apesar de me sentir mal com certas passagens do livro senti uma enorme vontade de lê-lo até o final.

Visto o filme e lido o livro me fica a impressão de que o filme é o melhor dos dois; a diretora Mary Harron entrou no mundo de Bret Easton e tirou o melhor dele o que resultou em um ótimo filme (que se fosse dirigido por uma pessoa menos capacitada seria trash). *uma curiosidade sobre o filme: antes de Christian Bale ser escalado para o papel principal o nome de Leonardo di Caprio foi cogitado.

Glamorama – o livro: depois de “Psicopata Americano” fiquei com certas reservas com relação a “Glamorama“, mas ao contrário do primeiro, esse livro prendeu a minha atenção desde o começo e eu não o li; eu comi o livro.”Glamorama” começa como um retrato dos bastidores do mundinho fashion de Nova York, mas lá pela metade do livro acontece uma reviravolta e a história fica com cara de Bret Easton Ellis. Coisas extramente bizarras (e outras tantas grotescas) acontecem e a todo momento é possível imaginar a história de “Glamorama” como sendo um filme. Ellis escreve pra cinema, a sua narrativa é cinematográfica e é por isso que eu cito esse livro aqui. Tenho a impressão que este é mais um livro de Bret Easton que vai virar filme (e eu espero que sim).


Regras da Atração” – esse é o mais novo filme baseado em um livro de Bret Easton Ellis (ainda não existe previsão de estreia no Brasil). O filme estreou nos EUA no dia 11 de outubro. Quando eu li a respeito desse filme fiquei muito interessada, mas quando vi que o personagem principal seria interpretado por James Van Der Beek (do seriado Dawson´s Creek) fiquei com o pé atrás, já imaginei que vinha por aí uma adaptação de Ellis pra teenagers (o que seria péssimo), mas me parece que não é bem isso. James Van Der Beek interpreta nesse filme o irmão mais novo de Patrick Bateman ( do “Psicopata Americano“), então entendo o porque de um elenco jovem – o próprio livro pede isso.

Regras da Atração” é dirigido por Roger Avary e como eu gosto do diretor acredito que o filme deva ser bom. Mais uma vez teremos um filme cheio de personagens que causam repulsa, que não sentem remorso das maldades que fazem e seguem pela vida sem se importar com mais ninguém a não ser consigo mesmo. Resta saber se James Van Der Beek dá conta do recado e consegue tornar crível um personagem completamente diferente do tonto Dawson (Sean Bateman – o nome do personagem é esse – é um traficante, personagem oposto ao que estamos acostumados a vê-lo fazer).

Concluindo; pra quem gosta de histórias violentas e amorais Bret Easton Ellis pode ser uma boa pedida. Recomendo com veemência “Psicopata Americano” (o filme) e “Glamorama” (o livro). ….até eu fiquei com vontade… vou amanhã mesmo procurar “Abaixo de Zero” na locadora.

Feito por: Juliana de Paula


 

 

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE