O primeiro dia de 2021 carrega a responsabilidade de ser o primeiro dia de um ano cheio de esperanças e expectativas, que todos nós queremos que seja muito melhor do que o que passou. E, para começar 2021 em alto astral, uma boa dica é assistir ao lançamento ‘Amor em Little Italy’, uma deliciosa comédia romântica na Netflix.

Nikki Angioli (Emma Roberts) e Leo Campo (Hayden Christensen) são melhores amigos desde que se entendem por gente, afinal, suas famílias são muito unidas porque seus pais, Carlo Campo (Danny Aiello) e Sal Angioli (Adam Ferrara), têm uma pizzaria juntos em Little Italy, um bairro italiano no Canadá. Tudo ia bem até que Carlo e Sal ganham um tradicional concurso do bairro e, com isso, tem início uma briga sem fim entre as famílias. Por conta disso, Nikki decide viajar para Londres, para se tornar uma renomada chef, e, às vésperas de conseguir o emprego dos sonhos, Nikki se vê obrigada a voltar à sua cidade natal e encarar o passado deixado para trás, incluindo sua paixão não resolvida por Leo. E nessa uma semana que Nikki passa com a família, muitos sentimentos ignorados por tanto tempo virão à tona.

A história elaborada por Vinay Virmani é totalmente previsível, como dá para perceber pela sinopse do longa. E, a bem da verdade, tudo bem que seja assim, porque ‘Amor em Little Italy’ entrega a medida exata de romance, comédia e clichês – e mesmo exagerando, até o exagero é na medida certa nesses quesitos. O roteiro de Steve Gallucio e Viany Virmani é construído através da narração dos protagonistas Nikki e Leo em algum ponto do futuro, como se estivessem analisando o passado deles, e isso já dá o grande spoiler do filme, mas, ainda assim, tudo bem, porque ‘Amor em Little Italy’ tem um bom ritmo evolutivo que, mesmo entregando exatamente tudo que o espectador quer encontrar, cumpre o arco geral da trama sem grandes desvios.



Porém, um olhar mais crítico nessa comédia romântica consegue levantar pontos em que a direção de Donald Petrie deixa a desejar, como por exemplo a rápida escalada do universo italiano de um ambiente divertido e engraçado para um retrato caricato e exagerado, reforçando estereótipos caricaturais que, ao longo de décadas, ajudaram a construir um aspecto exagerado, escandaloso e comilão dos italianos. Também a edição e a continuidade – que funcionam muito bem no primeiro ato de ‘Amor em Little Italy’ – desanda um pouco da metade pro fim, passando a sensação de que não havia mais história a ser contada e o filme acabou sendo preenchido por uma sequência de cenas turísticas para estender a trama mais um pouco. A química entre o casal protagonista funciona, embora muito mais pelo carisma natural de Emma Roberts do que por esforço de Hayden Christensen, completamente engessado no papel até mesmo no sotaque falso.

Para quem curte uma boa comédia romântica, porém, nada disso importa de fato. E ‘Amor em Little Italy’ leva o espectador a viajar à pequena Itália como se em uma adorável férias, com direito a amor, diversão e muita pizza. Com muito alto astral e boa energia, é um ótimo filme para começar o novo ano.

Aproveite para assistir:





Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva