A Blumhouse lança o “terrir” ‘Freaky – No Corpo de Um Assassino’ (Freaky, 2020) nos cinemas brasileiros no dia 10 de dezembro e já podemos dizer que temos mais um sucesso da produtora da Jason Blum.

Agora liderado pelos atores Vince Vaughn e Kathryn Newton, o longa segue o estilo de ‘A Morte Te Dá Parabéns e une o terror com umas pitadas de comédia de uma forma completamente divertida, entregando uma interessante obra híbrida. O diretor e roteirista do longa é Christopher Landono mesmo de outra franquia de sucesso da Blumhouse: ‘A Morte Te Dá Parabéns

Foto: Universal Pictures

Landon e o co-roteirista Michael Kennedy trouxeram uma mescla entre o slasher, como ‘Pânico’ e ‘Sexta-Feira 13’ (incluindo clássicos artifiícios, como um serial killer mascarado correndo solto por uma cidadezinha e muito sangue em tela), com piadas divertidíssimas e um tom bem humorado e irreverente que nos relembra de ‘Sexta-Feira Muito Louca’ e ‘Garota Veneno’. Durante uma noite, o Carniceiro Blissfield (Vaughn) usa uma adaga para matar a jovem estudante desengonçada Millie (Newton) e acaba trocando de corpo com ela por causa de uma maldição. A trama é simples, mas funciona muito bem. O roteiro consegue se levar a sério na medida certa, trazendo uma carga dramática para a protagonista e misturando com cenas extremamente gore e piadas práticas.



‘Freaky – No Corpo de Um Assassino’ se aproveita muito da habilidade cômica de Vaughn e Newton para criar cenas impagáveis quando os seus personagem trocam de corpo. E, por mais que o longa se garanta nessa parte debochada, também se garante em boas sequências de suspense e terror, unidas a momentos de violência gráfica bastante perturbadores.

Aproveite para assistir:



Na trama, vemos o personagem de Vaughn em uma grande matança já logo no começo do filme, causando inveja até mesmo a Jason Voorhees e a Ghostface. Depois, conhecemos a jovem Millie – uma garota certinha que sofre bullying, tanto dos outros estudantes quanto dos professores, e tenta passar pelos corredores do colégio despercebida. Durante uma noite, depois de um jogo de futebol americano, a jovem se encontra sozinha ao esperar uma carona da mãe (Katie Finneran), e ela é esfaqueada pelo assassino. Quando os dois trocam de corpos, a aventura começa

Agora na pele do Carniceiro, Millie precisa se ajustar em um corpo totalmente diferente e mais forte, precisando convencer seus amigos Josh (Misha Osherovich) e Nyla (Celeste O’Connor) que esse homem alto e ameaçador é ela. As cenas em que isso acontece são o ponto alto do longa: Vaughn tem um trabalho corporal tão bacana de se assistir, e está divertidíssimo interpretando uma jovem de 16 anos. Ao mesmo tempo, Newton também manda super bem e muda sua atuação completamente. A atriz parte de uma personagem assustada e amedrontada para uma figura completamente dona de si e que realmente não aceita levar desaforo para casa.

Foto: Universal Pictures

Junto às cenas sanguinolentas, o longa ainda trabalha a mudança que o evento sobrenatural trouxe para os dois personagens, principalmente à Millie. Enquanto a jovem parte com os amigos em uma jornada para tentar reverter essa troca de corpos, ela tem a oportunidade de melhorar as principais relações de suas vida mesmo estando em outro corpo, seja num bate-papo com sua mãe, seja até mesmo com um crush do colégio – cenas preciosas recheadas de diversão.



Além de divertir e assustar, ‘Freaky – No Corpo de Um Assassino passa uma mensagem de amadurecimento e empoderamento super bacana. Apesar de ter o mesmo formato deA Morte te dá Parabéns, o “terrir” é mais uma aposta da Blumhouse que acerta em cheio em um combo perfeito!

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE