[SPOILER]

 

Há alguns meses, foi anunciado que Edward Furlong iria reprisar seu papel como John Connor em ‘O Exterminado do Futuro: Destino Sombrio’, o que pegou os fãs de surpresa.

No entanto, o personagem aparece na sequência como criança e é morto logo no início do filme.

Questionado sobre essa polêmica reviravolta, o diretor Tim Miller disse que:

“Sarah Connor não é uma personagem feliz. Ela trabalha melhor quando é movida pela tragédia e precisávamos desse combustível.”, disseao Bloody Disgusting. “Não poderíamos ter um John Connor de 36 anos por aí… Foi preciso dar um tapa na cara da plateia e dizer: ‘Acordem. Isso vai ser diferente’. Eu odeio a violência e a ideia de uma criança sendo baleada, mas foi o combustível dramático que despertou Sarah Connor.”

Além disso, Miller disse que queria se afastar do clichê de ter um herói salvador, já que seria previsível transformar John no líder da resistência contra a Skynet.

Aproveite para assistir:

“Não foi uma decisão controversa, houve muito debate nos estágios iniciais da produção. Nós pensamos: ‘Esse novo salvador deveria ser alguém que estava conectado à família Connor? Deveria ser a filha de John ou algo assim?’. Eu sempre fui contra isso, então eu não queria um ‘Escolhido’, eu prefiro pessoas comuns enfrentando seus problemas.”

Lembrando queO Exterminador do Futuro: Destino Sombrio já está em exibição nos cinemas nacionais.

O filme ignora os eventos de ‘Exterminador do Futuro 3‘ e todas as outras sequências que vieram depois, reiniciando a linha do tempo após ‘O Julgamento Final‘.

A duração será 128 minutos.

O elenco conta com Linda Hamilton, Mackenzie Davis, Natalia Reyes, Gabriel Luna, Arnold Schwarzenegger, Edward Furlong e Diego Boneta.