Parece que não é só Will Smith que vive um mal momento em Hollywood, pois os executivos da Warner/DC fizeram uma reunião de emergência para discutir o futuro de Ezra Miller no estúdio, após o ator do Flash ter sido preso por conduta desordeira e assédio.

Segundo uma fonte da revista Rolling Stone, o consenso na reunião era dar um tempo em quaisquer projetos futuros envolvendo Miller, incluindo suas aparições no Universo Cinematográfico DC.

O estúdio tem mais de um ano para saber se fará ou não uma sequência de ‘The Flash‘. A Warner também evitou tomar decisões importantes antes da Discovery assumir o controle da WarnerMedia em uma megafusão de US$ 43 bilhões.

Ann Sarnoff, chefe da WarnerMedia, anunciou na última terça-feira que está saindo da empresa enquanto a AT&T lança sua divisão de entretenimento para a Discovery. No mês passado, a Warner Bros. mudou a estreia de ‘The Flash‘ de 4 de novembro de 2022 a 23 de junho de 2023.


Ezra Miller teve “crises frequentes” durante a produção no ano passado. Enquanto a revista enfatiza que não houve gritos ou explosões violentas, descreveram Miller como perdido: “Ezra teria em sua cabeça e diria o simples pensamento: ‘Eu não sei o que estou fazendo’”, disse a fonte à Rolling Stone.

Aproveite para assistir:



Confira o comunicado oficial:

“Pouco depois da meia-noite de segunda-feira, 28 de março de 2022, um homem de 29 anos que vinha de Vermont foi preso e acusado de comportamento agressivo e assédio após um incidente em um bar em Hilo. No domingo, 27 de março, às 23h30, os patrulheiros de South Hilo responderam a uma denúncia de desordem em um bar da Rua Silva. Durante a investigação, a polícia determinou que o homem, mais tarde identificado como Ezra Miller, ficou incomodado enquanto os clientes do bar começaram a cantar no karaokê. Miller começou a gritar obscenidades e, a certa altura, pegou o microfone de uma mulher de 23 anos cantando karaokê (ofensa de conduta desordenada) e depois atacou um homem de 32 anos jogando dardos (violência corporal). O dono do bar pediu a Miller para se acalmar várias vezes, mas sem sucesso. Miller foi preso e acusado de ambos os crimes e a fiança total foi fixada em US$ 500. Ele pagou a fiança e foi liberado.”


Vale lembrar que ‘The Flash’ foi adiado de novembro deste ano para 23 de Junho de 2023.

O longa dirigido por Andy Muschietti (‘It – A Coisa’) promete uma épica aventura de viagem no tempo quando o herói decide voltar ao passado na tentativa de impedir a morte da mãe.

E a trama será marcada por um enorme conflito emocional, como revelou Muschietti durante sua participação da DC FanDome.

De acordo com o Comic Book, o cineasta disse que:

“Como um filme de super-heróis, ‘The Flash’ é uma grande aventura de ação, mas o que realmente me atraiu para o projeto foi sua carga emocional. O conflito emocional que Barry carrega por conta de sua viagem ao passado foi muito conveniente para mim.”


Ele continuou:

“Há uma mensagem bem forte por trás disso. Eu amo tramas de viagem no tempo e todos os elementos que vem junto com essa ideia, mas o coração da história é um menino que procura sua mãe, e isso é o que me atraiu, foi o que me deu aquele empurrãozinho emocional.”

Como os fãs já sabem, Nora Allen morreu misteriosamente quando Barry era apenas uma criança, e seu pai foi acusado de assassinato.

Após anos tentando provar a inocência do pai, Barry vê a chance de corrigir a tragédia ao perceber que tem o poder de voltar no tempo.

Confira o teaser:


Prevista para 04 de novembro de 2022, a adaptação vai mostrar Barry Allen/Flash (Miller) viajando no tempo para impedir o assassinato de sua mãe. Porém, quando ele retorna ao presente, sua mãe ainda está viva…. mas o mundo é um pesadelo. A Liga da Justiça nunca existiu e Barry precisa fazer de tudo para corrigir todos os seus defeitos.


Não deixe de assistir: