Ser a plataforma de streaming número 1 do mundo tem seus prós e seus contras. Ainda mais se levarmos em conta a quantidade cada vez maior de concorrentes no mercado respirando em seu cangote. A segunda colocada, a Amazon, se aproxima em número de assinantes comemorando em 2021 a marca de 200 milhões. Este ano também chegaram ao Brasil clamando seu lugar ao sol, a Disney+ e a HBO Max, concorrentes à altura com os acervos da Marvel, Star Wars, DC e Warner.

Prevendo como seria a forma de assistir a produções audiovisuais no futuro (que chegou rápido demais) e nossa relação inclusive com a TV – cada vez mais os canais convencionais dão lugar ao streaming -, a Netflix resolveu apostar em produções próprias. E logo de cara chutou a porta com estreias de muita qualidade, vide Orange is the New Black e House of Cards. A popularidade das séries originais da Netflix continua atualmente com algumas das obras pop mais badaladas da TV, vide Stranger Things e The Crown – isso sem falar no fenômeno que foi O Gambito da Rainha e até mesmo produções nacionais como Bom Dia, Verônica.

Porém, para cada gol que a Netflix marca com seu público, outras tantas tentativas terminam por acertar na trave. Aparentemente, o que faz a plataforma renovar um programa para novas temporadas não é medido apenas por sua audiência, mas sim a capacidade que determinados seriados possuem de capturar novos assinantes para a plataforma. O que, como dito, as séries citadas acimas possuem, e a Amazon tem com The Boys, por exemplo. Esse é o motivo pelo qual muitas vezes vemos a Netflix cancelar aquela série que tanto adoramos e que por vezes possui um número de fãs e espectadores grande.

Pensando nisso, em como a plataforma do N vermelho muitas vezes “destrói nossos sonhos”, resolvemos trazer essa nova matéria comentando sobre o mais recente lote de programas prontamente cancelados pela Netflix nesta primeira metade de 2021. Alguns lançados há pouquíssimo tempo, mas que por não atingirem o esperado, acabaram com até mesmo apenas uma temporada para chamar de sua. Confira abaixo.



Os Irregulares de Baker Street

Produção ambiciosa da Netflix que reimagina a história de Sherlock Holmes e o Doutor Watson. Aqui, a dupla está somente atrás dos panos comandando (ou melhor, obrigando) um grupo de jovens de rua (os irregulares do título) a desvendar crimes e casos complexos na era vitoriana da Inglaterra. Tendo estreado em março de 2021, a série teve apenas 8 episódios da primeira temporada quando a empresa anunciou seu cancelamento. O fato gerou grande comoção nas redes sociais, já que o programa já havia adquirido sua base de fãs. No elenco, o nome mais conhecido era o de Rory McCann, “o cão” da famosa série Game of Thrones, da HBO.

Aproveite para assistir:

O Legado de Júpiter

Grande aposta da Netflix para ser sua nova série de estimação no nível de Stranger Things, O Legado de Júpiter era a resposta da empresa para o sucesso da Amazon, The Boys. Aqui, a Netflix investia em sua própria série de super-heróis, que falava sobre duas gerações de uma família de heróis poderosos e as diferenças dos desafios em suas épocas distintas de atuação. O programa foi criado por Steven S. DeKnight (produtor de Smallville e Demolidor, também da Netflix) e estreou há pouquíssimo tempo no dia 7 de maio. Justamente por isso, a notícia do cancelamento, após somente 8 episódios, pegou a todos de surpresa. Após o cancelamento, o protagonista, o ator Josh Duhamel, alfinetou a plataforma, “vendendo” a série para a rival Hulu.



Amizade Dolorida

Essa foi outra cujo cancelamento recente fez os fãs saírem do sério vociferando seu descontentamento absoluto nas redes sociais. É desta forma que os estúdios ficam a par do grande número de espectadores que um determinado programa possui, quando seu cancelamento causa um verdadeiro alvoroço. Com o título original de Bonding, esta comédia jovial traz uma estudante universitária de Nova York que resolve fazer bico à noite como “dominatrix” e termina alistando seu melhor amigo gay para ser seu assistente no polêmico trabalho. Amizade Dolorida não é uma série tão recente assim, estreou em 2018, mas exibiu sua segunda temporada em janeiro de 2021 e terminou cancelada com apenas 15 episódios.

Professor Iglesias

Outro programa querido do público, Professor Iglesias (Mr. Iglesias) foi uma das séries canceladas recentemente que mais tempo resistiu no ar, com um total de 3 temporadas e 22 episódios. A comédia apresenta a rotina de um professor bonachão, rechonchudo e muito boa-praça (Gabriel Iglesias) e sua relação com os alunos talentosos, mas problemáticos e desinteressados. O seriado estreou em 2019 e foi cancelado após a terceira temporada no fim do ano passado.

Família em Concerto

Com total “alma de cowboy”, essa série muito country traz a carismática Katharine McPhee (Scorpion: Serviço de Inteligência e Smash) como a protagonista Bailey, uma jovem aspirante a cantora “sertaneja” (o country americano). A moça então encontra o emprego dos sonhos quando se torna babá de uma família com muito talento para a música, um patriarca e seus cinco filhos. Se você ainda não tinha se ligado pela temática, o programa foi criado pela mesma Caryn Lucas do clássico dos anos 90, The Nanny (1995-1999). Família em Concerto estreou em março de 2021 e durou apenas 10 episódios.

Pit Stop



Com o título original The Crew, esta série cômica tinha grande potencial e um nome de peso protagonizando. O humorista Kevin James faz sucesso com seus filmes no cinema e já deixou sua marca também na telinha, em especial com sua revelação em The King of Queens (1998-2007). Aqui, ele é o chamariz como o chefe de uma equipe de corridas de carro na NASCAR, o principal evento automobilístico dos EUA. Tudo muda quando a jovem filha do dono da equipe assume a direção do time. O programa estreou em fevereiro de 2021 e apesar da promessa ficou apenas com seus 10 episódios da primeira temporada.

A Duquesa

Drama cômico, o programa era uma espécie de resposta da Netflix para Fleabag, série satírica da Amazon criada e protagonizada pela britânica Phoebe Waller-Bridge. Em The Duchess, outra britânica assume as funções de criadora e protagonista num programa com questões bem femininas. Katherine Ryan é na realidade canadense, mas é basicamente inglesa, e no programa vive uma mãe solteira batalhando para criar sua filha em Londres. O programa estreou em setembro de 2020. Porém, recentemente foi anunciado seu cancelamento após somente uma temporada de 6 episódios.

Comentários

Não deixe de assistir: