Diane Gaeta, atriz e artista plástica de 48 anos, acusou o ex-marido, o ator Logan Marshall-Green (‘Homem-Aranha: De Volta ao Lar)’, de ter cometido crime sexual contra ela durante o período em que os dois estiveram casados.

Tal revelação, surgiu através de um post em sua conta no Instagram. Na publicação, ela conta sobre duas experiências de aborto, uma delas, quando tinha 35 anos, época em que ainda tinha um relacionamento com o ator.

De acordo com Gaeta, na primeira vez que isso aconteceu, ela tinha apenas dezoito anos e engravidou quando estava na Universidade de Nova York, depois que a camisinha estourou.



A artista admitiu que o namorado queria ter o bebê e chegou a comunicar à família sobre o resultado.

“Meu namorado era religioso e queria manter [o bebê]. Ele contou para sua família. Eles o parabenizaram. Eu estava apavorada”, falou Diane.

Aproveite para assistir:

Já sobre sua segunda experiência, ela relata que apesar de estar casada, não foi uma relação consensual, e apesar de não citar o nome de Logan, o período citado se encaixa na fase em que eles estiveram juntos.

“Fiz um segundo aborto quando tinha 35 anos. Eu era casada e tinha dois filhos, mas meu marido praticava e brincava sobre ‘estupro conjugal’. Tivemos uma discussão e depois fizemos sexo no escuro, como minha penitência, lá fora na garagem’’, revelou.



Logan Marshall-Green não quis se pronunciar sobre as declarações da atriz.

Não deixe de assistir: