Segundo uma nova reportagem do site The Illuminerdi, a Marvel Studios irá introduzir a primeira personagem transgênero do MCU na vindoura série Loki, do Disney+.

A anti-heroína Sera fará parte da produção e terá papel de destaque, pavimentando seu caminho para futuros projetos cinematográficos.

Para aqueles que não a conhecem, Sera foi introduzida há alguns anos no quadrinho ‘Angela: Asgard’s Assassin #1’. Nas HQs, ela faz parte dos Anchorite, uma raça rara de homens sem asas que são mantidos dentro de um templo e que rezam para os Anjos que morreram sem ter uma alma. Sera, entretanto, se identifica como mulher e foi eventualmente salva de um monstro por Angela, irmã de Thor, e as duas acabaram se casando.

Lembrando que a série dirigida por Kate Herron irá acompanhar as aventuras do Loki em 2012.

Ele ainda estará procurando vingança por seu relacionamento com o pai, que priorizava o irmão Thor, e se irá modificar todos os eventos que vimos nos filmes, causando um grande estrago em sua jornada e criando uma linha temporal sombria e obscura.

A previsão de estreia é para o outono de 2021

Aproveite para assistir:

Hiddleston revelou seu entusiasmo em viver novas aventuras como o amado anti-herói e explorar suas várias faces na série.

“É uma constante fonte de surpresa e prazer que esses filmes estejam conectados com as pessoas. Eu sabia que ele [Loki] era uma figura complexa. Inteligente e espirituoso, mas vulnerável, irritado, perdido e quebrado. Eu pensei que era uma oportunidade incrível em amadurecer ao longo dos filmes.”

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE