Há 25 anos, a clássica comédia fantástica infantil Matilda chegava aos cinemas de todo o mundo para encantar uma geração – e permanecer no imaginário popular como uma das melhores produções dos anos 1990.

Apesar do fracasso comercial (que não conseguiu nem ao menos cobrir o orçamento de US$36 milhões), o longa teve recepção bastante favorável por parte da crítica especializada, que elogiou a fidelidade ao romance homônimo de Roald Dahl e à direção do lendário Danny DeVito – que sempre quis retornar ao divertido universo para uma sequência.

A trama é centrada na jovem garotinha titular, uma criança brilhante que cresceu em meio a pais grosseiros e ignorantes. Ambos ignoram a filha, a ponto de esquecerem de matriculá-la na escola. Desta forma, Matilda fica sempre em casa ou na livraria, onde costuma estimular sua imaginação. Quando Matilda descobre que possui poderes mágicos, Harry resolve enviá-la à escola. O local é controlado com mão de ferro pela diretora Agatha Trunchbull, levando Matilda a usar seu talento especial para proteger seus amigos e sua professora.

Para celebrar seu aniversário, o CinePOP separou uma lista com várias curiosidades de bastidores, que você pode conferir abaixo:



  • Ao contrário do que percebemos no filme, DeVito e Rhea Perlman, que interpretaram os pais de Matilda, ficaram bem próximo de Mara Wilson na produção. Segundo Wilson, os dois deixavam que ela ficasse na casa deles enquanto o pai estava trabalhando e a mãe estava no hospital, tratando do câncer.
  • A foto do pai da Srta. Honey (Embeth Davidtz), Magnus, é, na verdade, um retrato de Dahl, autor do livro original.
  • Wilson estava se divertindo tanto na sequência em que dançou ao som de “Little Bitty Pretty One”, que DeVito pediu ao elenco e à equipe criativa para dançarem com ela no set de filmagens.

Aproveite para assistir:

  • A mãe de Wilson infelizmente faleceu durante as filmagens, em virtude do câncer. Ela pensou por anos que a mãe nunca conseguiu assistir ao corte final. Entretanto, anos mais tarde, DeVito revelou que mostrou a ela o primeiro corte do longa antes de sua morte.
  • Pam Ferris, que deu vida à medonha Srta. Trunchbull, permanecia como a personagem mesmo depois do diretor dizer “corta”, querendo assustar as crianças no set para que o medo fosse genuíno nas filmagens.
  • Matilda, ao descrever seu amor por Charles Dickens à Srta. Honey, acidentalmente erra a pronúncia e fala “Darles Chickens”. O diálogo faz menção a outro romance de Dahl, ‘O Bom Gigante Amigo’, em que o personagem titular erra o tempo inteiro o nome do lendário autor inglês.

  • Bob HoskingsTim AllenJoe PesciJohn GoodmanRobert De NiroBill Murray foram considerados para o papel de Harry Wormwood. Eventualmente, DeNiro resolveu tomar conta do papel.
  • DeVito originalmente queria que as gêmeas Mary-KateAshley Olsen dessem vida à personagem titular, visto que seus filhos eram grandes fãs da sitcom ‘Três É Demais’. Entretanto, elas não estavam disponíveis, visto que trabalhavam em ‘As Namoradas do Papai’.



  • Winona Ryder foi uma das primeiras escolhas para o papel de Srta. Honey, ainda mais pelo fato dela e de DeVito terem trabalhado em ‘Caindo na Real’. Porém, ela recusou o projeto em virtude de conflitos de agenda com o drama histórico ‘As Bruxas de Salém’Rosie O’Donnell também foi considerada para o papel.
  • O filme dá a entender que Matilda manteve os poderes após o final. No livro, entretanto, ela perde as habilidades ao entrar para uma sala em que enfrenta desafios intelectuais muito maiores.
Comentários

Não deixe de assistir: