Morbius, adaptação da Sony Pictures estrelada por Jared Leto, já está disponível na HBO Max.

A produção foi lançada no último dia 01 de julho na plataforma de streaming.

Na trama, Leto se transforma no enigmático anti-herói Michael Morbius. Gravemente adoecido com um raro distúrbio sanguíneo e determinado a salvar outros que sofrem do mesmo destino, o Dr. Morbius arrisca tudo numa aposta desesperada. E embora a princípio tudo pareça um sucesso absoluto, surge uma escuridão que se desencadeia dentro dele. O bem superará o mal – ou Morbius sucumbirá aos seus novos e misteriosos desejos?

Relembre os dez primeiros minutos abaixo:


Desde o lançamento de Morbius, foi revelado que a conclusão da narrativa, na verdade, seria diferente da exibida nos cinemas.

Aproveite para assistir:



A sequência que finalizaria o longa-metragem envolvia os personagens de Tyrese GibsonAl Madrigal no meio do Central Park, com a polícia local os cercando e premeditando um confronto armado. Entretanto, a cena foi descartada e, no lugar dela, foi colocada uma batalha nos subterrâneos da cidade, rodada durante as refilmagens.

Agora, em uma entrevista ao ComicBook.com, o supervisor de efeitos visuais da produção Joel Behrens falou sobre a mudança de planos (ao menos de uma perspectiva técnica) e revelou o motivo pela cena ser alterada.


“Nós fizemos algumas coisas [na cena original], mas não muitas, porque havia suposições de que estavam pensando em mudar o final. Então, nós fizemos algum trabalho a mais e eu não diria que as coisas funcionaram. Mas fizemos isso, porque, inicialmente, deveria ser o Central Park”, ele explicou. “E eles decidiram que queriam seguir em uma direção diferente com a luta. Acho que [o diretor Daniel Espinosa] pensou que seria mais dramático no subsolo. Então, encontramos imagens de algumas dessa construções subterrâneas, túneis subterrâneos que realmente existem em Nova York”

Behrens continua: “acho que eles sentiram que seria melhor ter um confronto um a um em meio a um ambiente interessante do que em um parque. Foi um balde de água fria em nós, porque tínhamos que construir esse ambiente totalmente em CG, do nada, e fizemos isso, além das refilmagens. […] Então tivemos que construir praticamente tudo do zero”.

Não deixe de assistir: