O período de reclusão social imposto ao redor do mundo está acarretando em um fluxo consideravelmente maior no uso dos serviços de streaming, sobrecarregando até mesmo os servidores de internet.

E para evitar uma sobrecarga no sistema, que poderia resultar em uma interrupção na transmissão de seus conteúdos, a Netflix decidiu reduzir a qualidade de imagem de sua programação na Europa por 30 dias.

A medida vem a partir de uma solicitação feita pelo comissário Europeu Thierry Breton, que conversou com CEO da gigante do streaming, Reed Hastings, a respeito de uma possível redução no uso de dados, para que todos possam continuar usufruindo da internet sem que os sistemas caiam.



Para evitar um colapso iminente, a empresa decidiu abrir mão das qualidades alta definição, Ultra HD e 4k, permanecendo com o formato padrão – que não implicará na experiência do usuário.

Por enquanto, a medida só fora adotada na Europa, conforme revelou a EW. A estratégia ainda não foi aplicada nos Estados Unidos, tão pouco na América Latina.

Por meio de um comunicado oficial, a Netflix pontuou a necessidade de adotar a medida na redução de dados:

“Após as conversas entre o comissário Thierry Breton e Reed Hastings – e considerando os desafios extraordinários levantados pelo coronavírus – a Netflix decidiu começar a reduzir as taxas de bits em todos os nossos fluxos na Europa por 30 dias.Estimamos que isso reduzirá o tráfego da Netflix nas redes europeias em cerca de 25%, garantindo também um serviço de boa qualidade para nossos membros”.

 

Aproveite para assistir:



 

 

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva