No dia de hoje (05), o lendário ator vencedor do Oscar Christopher Plummer nos deixou aos 91 anos de idade. Apesar da causa da morte não ter sido revelada, o falecimento de Plummer deixa um clima bastante pesaroso entre os cinéfilos e em Hollywood, principalmente por ter encarnado tantos papéis icônicos ao longo de uma carreira de sete décadas.

Para celebrar seu gigantesco legado, o CinePOP preparou uma singela matéria com suas dez melhores atuações. Para tanto, não estamos ranqueando os filmes dos quais participou, mas sim colocando-os em ordem cronológica.

Confira abaixo as nossas escolhas e conte para nós qual o seu favorito:



A NOVIÇA REBELDE (1965)

No clássico atemporal ‘A Noviça Rebelde’, Plummer interpretou o Capitão Von Trapp, pai viúvo de sete filhos. Ambientado na II Guerra Mundial, Von Trapp foge com a família de uma Áustria prestes a ser ocupada pelos nazistas e, além disso, levou o ator a tocar violão e a cantar para dar vida a um dos personagens mais conhecidos de todos os tempos. Não é surpresa que ele, ao lado de Julie Andrews como a governante Maria, seriam ovacionados por rendições espetaculares.

O HOMEM QUE QUERIA SER REI (1975)

Dirigido por John Huston, o filme é uma adaptação do conhecido romance homônimo assinado por Rudyard Kipling (o mesmo nome por trás de ‘Mogli – O Menino Lobo’). No longa-metragem, Plummer interpreta ninguém menos que o próprio Kipling, que é abordado pelos personagens de uma história metalinguística e que ousa fugir dos parâmetros convencionais do cinema.

Aproveite para assistir:



ECLIPSE TOTAL (1995)

Atuando ao lado de nomes como Jennifer Jason LeighKathe Bates, Plummer encarnou um humilde detetive interiorano na adaptação de uma das grandes obras de Stephen King. Na trama, seu personagem está convencido de que a protagonista Dolores Claiborne não apenas matou o marido abusivo anos atrás, mas também de ter assassinado a sangue-frio seu chefe atual.

O INFORMANTE (1999)



O Informante tornou-se uma das marcas registradas de Plummer no cinema e, até hoje, é considerada uma das melhores performances do ator. Aqui, ele dá vida a uma versão bem diferente do apresentador Mike Wallace, do programa 60 Minutes, capturando a força jornalística e a ousadia de enfrentar as câmeras dia após dia.

SYRIANA – A INDÚSTRIA DO PETRÓLEO (2005)

‘Syriana –  A Indústria do Petróleo’ pode não ser um dos títulos mais conhecidos do século, mas merece lugar na nossa lista principalmente pela atuação irretocável de Plummer. No thriller geopolítico produzido por George Clooney, o ator interpreta Dean Whiting, parceiro da firma de advocacia Whiting Sloan que tem um papel pivotal em acalmar os ânimos das disputas complexas da indústria petrolífera.

UP – ALTAS AVENTURAS (2009)

Quem não conhece a tocante narrativa de ‘Up – Altas Aventuras’? Inegavelmente um dos melhores longas-metragens produzidos pela Pixar, a animação gira em torno de Carl Fredericksen em sua decisão de viajar para o longínquo Paraíso das Cachoeiras para honrar a memória da falecida esposa. Acompanhado de um jovem escoteiro, a dupla logo esbarra com um perigoso vilão chamado Charles F. Muntz (e dublado por Plummer).



A ÚLTIMA ESTAÇÃO (2009)

Já ficou bem claro que Plummer tem um apreço forte por interpretar pessoas verdadeiras nas telas do cinema – e isso não seria diferente com A Última Estação. No longa dirigido por Michael Hoffman, ele dá vida ao lendário romancista Leon Tolstói e sua luta diária para equilibrar fama e fortuna com o compromisso ao lado da família. Aos 80 anos, o filme rendeu a primeira indicação ao Oscar para o ator.

TODA FORMA DE AMOR (2011)

Fazendo história ao se tornar o ator mais velho a levar para casa uma estatueta do Oscar, Plummer criou mágica com a dramédia romântica Toda Forma de Amor. Aqui, ele interpreta Hal, o pai doente de Oliver (Ewan McGregor), transformando o personagem em uma carismática e envolvente persona que revela ser gay após a morte da esposa (com quem ficou por mais de quatro décadas). Sua performance também lhe rendeu um Globo de Ouro e um SAG Award de Melhor Ator Coadjuvante.

OS HOMENS QUE NÃO AMAVAM AS MULHERES (2011)


O aclamado e impactante longa Os Homens que Não Amavam as Mulheres, dirigido por David Fincher, trouxe Plummer em um de seus papéis mais densos. O ator encarnou Henrik Vanger no thriller psicológico, um homem de negócio que financia uma investigação extensa acerca dos affairs de sua própria família. Plummer comentou em diversas entrevistas que amou o personagem e que simpatizava com ele por sua determinação.

TODO O DINHEIRO DO MUNDO (2017)

Um de seus últimos papéis na indústria cinematográfica é também um dos mais complexos – e a própria história de como Plummer o conseguiu já daria um grande filme. Afinal, ele substituiu Kevin Spacey como J.P. Getty após acusações de abuso sexual. Filmando durante seis semanas corridas, o ator provou que mesmo sob pressão consegue entregar uma atuação irrefreável, impetuosa e dinâmica. Pela performance, recebeu sua terceira indicação ao Oscar e ao Globo de Ouro.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva