[ANTES DE COMEÇAR A MATÉRIA, FIQUE CIENTE QUE ELA ESTÁ RECHEADA DE SPOILERS] 

Se você ainda não assistiu os três primeiros episódios de Pacificador, evite esta matéria, pois ela contém spoilers.

O HBO Max liberou nesta quinta-feira (13) os três primeiros episódios da primeira série do Universo DC dos cinemas: Pacificador. Estrelada por John Cena, ela acompanha o Pacificador após os eventos de O Esquadrão Suicida (2021). Nesses capítulos iniciais, o diretor e roteirista, James Gunn, aproveitou para expandir, mesmo que sutilmente, a mitologia da DC nas telonas – neste caso, nas telinhas -, trazendo ligações bem interessantes com o universo dos quadrinhos e conectando a historia a outros personagens que já foram apresentados antes. Por isso, o CinePOP separou as conexões e easter eggs que exploram mais do UDC nos três primeiros capítulos. Confira!



Liga da Justiça

Aproveite para assistir:

Enquanto a Warner não se decide sobre o futuro do DCU nos cinemas, as produções que forem saindo vão seguir referenciando os heróis já estabelecidos nesse universo até aqui. Nos primeiros episódios de Pacificador, quem vira motivo de piada são o Aquaman (Jason Momoa) e o Batman (Ben Affleck). Enquanto o primeiro é descrito pelo protagonista como alguém que se relaciona amorosamente com peixes, o segundo é utilizado pelo vizinho do pai do Pacificador como exemplo de verdadeiro heroísmo.

 



Amanda Waller

Nos quadrinhos, Amanda Waller já foi mãe, e o destino de sua filha nunca foi lá muito bom. Além de histórias que terminavam com a morte da menina, há uma versão na qual Celine Patterson tem a habilidade de se transformar num inseto gigante.

Já na série, é revelado que a filha de Waller (Viola Davis) é Leota Adebayo (Danielle Brooks), a agente especial que desenvolve um tipo de amizade com o Pacificador. Como a personagem foi criada exclusivamente para essa produção, não dá para saber exatamente se ela terá alguma ligação com a filha dos quadrinhos. Porém, como a trama gira em torno das borboletas e dessa “insetificação” dos hospedeiros, pode ser que a versão inseto da filha de Amanda Waller seja explorada.

 

Dragão Branco

Falando em relações familiares, o pai do Pacificador, Auggie Smith (Robert Patrick), é mostrado como um velhote babaca, racista, machista e sem qualquer tipo de compaixão ou sentimento positivo pelo próprio filho, o que explica os ideais deturpados do protagonista. Nos quadrinhos, o pai do Pacificador era o nazista Wolfgang Schmidt.

Na série, além de mudar o nome do personagem, James Gunn o transformou no Dragão Branco, um vilão supremacista que já teve várias identidades secretas, sendo a mais famosa William Heller, um rapaz que perdeu os pais em uma guerra racial e acabou crescendo sob influência do avô, que apoiava os ideais racistas dos nazistas. Assim, ele se torna um vilão destinado a ter um mundo ariano. Ele usa suas habilidades na engenharia para criar uma roupa que o conferisse mais força e resistência para levar adiante o “Quarto Reich”.

 



Bat-Mirim

Enquanto o Pacificador enchia a paciência do agente Economos (Steve Agee), o hacker cita que até mesmo o Bat-Mirim consegue ser mais agradável que ele. Motivo de piada entre os fãs da DC, esse personagem é um duende superpoderoso que veio de uma dimensão na qual os heróis da DC são cultuados. Assim, ele volta e meia visita seu morcegão favorito, sempre terminando em confusão, já que, além de ter muitos poderes e vontade de ajudar seu ídolo, ele é um completo sem-noção. E para sua companhia ser mais chata que a do Bat-Mirim, isso significa que você foi muito longe na escala de mala-sem-alça.

Agora parte oficial do DCU, o Bat-Mirim já havia sido citado por James Gunn algumas vezes em suas redes sociais, nas quais ele descreveu o personagem como um de seus favoritos do mundo dos quadrinhos. Ou seja, esse easter egg que trouxe de vez o duende mala para o Universo DC deve ter sido uma realização pessoal muito grande para o diretor.

 

Pequeno Polegar


Fruto da Era de Ouro dos quadrinhos, o Pequeno Polegar foi o primeiro super-herói dos quadrinhos com o poder de ficar miudinho. Junto da Polegarzinha, ele enfrentava os nazistas e insetos grandes que surgiam repentinamente.

Durante um diálogo com sua nova equipe, o Pacificador começa a descer a lenha nos homúnculos e em como esses homenzinhos eram controlados pelo Pequeno Polegar, que já havia incomodado ele diversas vezes, inclusive em um momento bem íntimo, por assim dizer. Ou seja, mais um herói que ninguém esperava foi introduzido no DCU.

Os novos episódios de Pacificador estreiam toda quinta, somente no HBO Max.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: