Em entrevista à Vanity Fair, Sarah Jessica Parker revelou que o revival de ‘Sex and the City‘, intitulado ‘And Just Like That…‘, irá abordar a pandemia de coronavírus, além de se aprofundar em aspectos sociais e políticos, resultando em uma produção muito mais consciente do que a série original.

“[A pandemia de] COVID-19 obviamente será parte da narrativa porque essa é a cidade [que as personagens vivem]. E como isso irá mudar as relações uma vez que os amigos desaparecem? Eu tenho fé que os roteiristas irão explorar muito bem essa questão.”

Ela completa, “[O revival] será incrivelmente diversificado de uma forma emocionante. [Os roteiristas] trarão novas experiências de vida, visões políticas e problemas sociais da atualidade.”

Vale lembrar que Caitlyn Jenner está sendo cotada para participar da produção.



Confira o primeiro teaser:

Aproveite para assistir:

O revival contará com o retorno de Sarah Jessica Parker, Cynthia Nixon e Kristin Davis, que não só irão estrelar, como também serão produtoras da série.

Kim Cattrall, que interpretava a icônica Samantha, não retornará.



A ausência de Cattrall do revival já não é uma surpresa, uma vez que a própria atriz já havia expressado o seu desprezo pela possibilidade de um revival da série, em virtude de desavenças passadas entre ela e Parker.

Em entrevistas, a atriz chegou a admitir que sofria perseguição nos bastidores por parte da colega de trabalho, que teria inveja do alcance popular da sua personagem, Samantha Jones.

Além disso, Cattrall relatou algumas situações delicadas sofridas nos bastidores, em virtude da conturbada dinâmica relacional com a colega de elenco. Isso teria feito a atriz perder o interesse em continuar envolvida com a franquia.

Michael Patrick King, roteirista, diretor e produtor executivo de ‘Sex and the City‘, retorna na mesma função de produtor.

“A série acompanha Carrie, Miranda e Charlotte à medida em que elas navegam pela complicada jornada da vida e da sua amizade de quando estavam no auge dos seus 30 anos, agora para uma fase ainda mais complicada no auge dos seus 50 anos”.

Rumores apontam que o novos episódios terão um enredo mais consciente sobre raça e política, além de se manterem um pouco mais conectados com o mundo real.

Criada por Darren Star (hoje à frente de ‘Emily em Paris‘), a série original contou com seis temporadas, exibidas entre os anos de 1998 e 2004 na HBO.



A trama acompanha quatro amigas que lidavam com a vida de solteiras em Nova York no final dos anos 1990, enquanto uma delas relata suas experiências em uma coluna jornalística.

Já nos cinemas, ‘Sex and the City‘ arrecadou US$ 415 milhões mundialmente, enquanto a sequência alcançou US$ 280 milhões.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: