Há pouco mais de dois anos, a atriz Selma Blair (‘Legalmente Loira’) anunciou em suas redes sociais que havia sido diagnosticada com Esclerose Múltipla.

Alguns meses depois, os fãs ficaram impactados ao vê-la andando com a ajuda de uma bengala na cerimônia do Oscar 2019.

Mas, de acordo com o Comic Book, a estrela confirmou que já está em remissão, quando a doença não apresenta mais estágios de evolução.

A estrela deu a boa notícia durante sua participação durante o painel da Discovery+ Television Critics Association, realizado ontem.



“Meu prognóstico é ótimo. Já estou em remissão”, disse Blair.

Ela disse  que sua recuperação aconteceu após o tratamento com transplante de células-tronco hematopoiéticas.

Aproveite para assistir:

Blair também explicou que levou algum tempo depois do tratamento para que a inflamação e as lesões regredissem, por isso ela esperou o momento certo para divulgar a notícia publicamente.

“As células-tronco me colocaram em remissão. Demorou cerca de um ano após o transplante para que a inflamação e as lesões realmente diminuíssem, então eu estava relutante em falar sobre isso porque sentia que ainda precisava melhorar antes de vir a público.”



A atriz também disse que se sente privilegiada por sua fama servir como uma ponte entre ela e as pessoas que a apoiaram durante o tratamento, além de servir como voz para aqueles que sofrem com a doença.

“Quando eu apareci usando uma begala para me mover, quando eu compartilhei minha situação, isso foi a chave para que muitas pessoas encontrassem conforto em si mesmas e isso significa muito para mim. Estou emocionado por poder dar voz a quem precisa. Não estou dizendo que falo por todas as pessoas que sofrem com Esclerose Múltipla ou qualquer outra doença, estou contando minha história para ajudar a abrir portas para que outras pessoas se sintam confortáveis ​​em contar suas histórias. Estou muito feliz de ter essa possibilidade.”

Lembrando que Blair será tema de um documentário intitulado ‘Apresentando Selma Blair, que estreia em 15 de outubro nos cinemas norte-americanos e estará disponível na Discovery+ em 21 de outubro.

Dirigida por Rachel Fleit, a produção é um retrato profundamente íntimo e cru de Blair depois que ela foi diagnosticada com a doença.

Assista ao trailer:

Comentários

Não deixe de assistir: