O terror ‘Slender Man: Pesadelo Sem Rosto‘, inspirado em um assassinato real, será lançado na Netflix em breve. A produção, estrelada por Joey King, chega à grade de programação no dia 06 de setembro.

Na trama, as amigas Wren, Hallie, Chloe e Katie levam uma vida entediante no colégio. Quando ouvem falar num monstro chamado Slender Man, decidem invocá-lo através de um vídeo na Internet. A brincadeira se transforma num perigo real quando todas começam a ter pesadelos e visões do homem se rosto, com vários braços, capaz de fazer as suas vítimas alucinarem. Um dia, Katie desaparece. Como a polícia não dispõe de nenhuma prova para a investigação, cabe às três amigas fazerem a sua própria busca, enfrentando a criatura.

Annalise Basso, de Ouija: Origem do Mal, Jaz Sinclair (‘When The Bough Breaks’) e Talitha Bateman (‘Annabelle 2’) completam o elenco.

A Screen Gems é assina a produção do terror. o estúdio é o mesmo responsável por grandes filmes do mesmo gênero, como ‘O Exorcismo de Emily Rose‘, ‘O Albergue‘, ‘Anjos da Noite‘ e ‘Resident Evil‘.



David Byrke escreveu o roteiro.

O crime que inspirou o filme

O caso macabro poderia facilmente ter saído de um filme de terror, mas foi real e aconteceu na pequena cidade de Waukesha, em Wisconsin (EUA), em 2014. Na ocasião, duas meninas de 12 anos atacaram e esfaquearam outra menina mais nova, alegando que “foi o Slender Man o mandante”.

Aproveite para assistir:

Originalmente criado como parte de um concurso de photoshop em 2009, o vilão logo se tornou famoso na internet e, ao ter sua história criada por Victor Surge e publicada no Creepypasta (site dedicado a histórias de terror da Internet), foi descoberto pelas meninas.

No dia seguinte, Anissa Weier e Morgan Geyser agrediram uma colega da escolha com 19 facadas e a deixaram sangrando para morrer no meio de um bosque próximo à escola. Felizmente, a vitima conseguiu sair de lá e fugir, sendo levada às presas ao hospital e sobrevivendo para contar a história. O caso repercutiu e ajudou a impulsionar o medo pela lenda.



As duas meninas agressoras foram presas, condenadas por tentativa de assassinato e juram até hoje que foi o próprio Slender Man quem pediu que a colega fosse morta. Macabro, não?

Confira nossa crítica: Slender Man: Pesadelo Sem Rosto – Polêmico terror capricha nos sustos

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: