De acordo com o Indiewire, a Universal fez um acordo com a rede de cinemas do Cinemark para diminuir a janela entre o lançamento de um filme nos cinemas e em VOD.

O acordo especifica que os cinemas terão ao menos 17 dias de exclusividade (três finais de semana) para todos os lançamentos da Universal Pictures e Focus Features. A partir desse período, o estúdio terá a opção de disponibilizar o longa em VOD.

Segundo os outros termos, qualquer filme que tiver uma estreia maior que US$ 50 milhões nos EUA terá que ser exibido por um, no mínimo, um total de 5 finais de semana (31 dias) antes de ser disponibilizado nas plataformas digitais.

Em 2019, apenas três filmes do estúdio teriam que ser exibidos exclusivamente durante 31 dias: ‘Nós‘, ‘Velozes e Furiosos: Hobbs e Shaw‘ e ‘Como Treinar o Seu Dragão 3‘.



O acordo é parecido com o que a Universal fechou com as redes de cinema da AMC em julho.

Rumores apontam que a marca dos US$ 50 milhões foi imposta pelo estúdio, pois qualquer filme que arrecadasse essa quantia nos três primeiros dias consequentemente iria necessitar de uma passagem estendida pelas telonas.

Aproveite para assistir:

Vale destacar também que a Universal poderá continuar exibindo os filmes nos cinemas mesmo após eles estarem disponíveis em VOD.

O acordo é um reflexo do cenário pandêmico atual, que afetou profundamente a indústria cinematográfica em 2020. Ainda tentando descobrir estratégias para não saírem no prejuízo, estúdios e cinemas estão tentando negociar para chegar a um resultado que beneficie ambos.



COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: