Em seu perfil do Instagram, Wentworth Miller, astro da série Prison Break‘, revelou que foi diagnosticado com o Transtorno do Espectro Autista.

Em uma comovente publicação, o ator de 49 anos compartilhou apenas uma imagem em branco e disse que não encara o diagnóstico como uma doença, mas como um presente inesperado.

Em parte do texto, ele disse que descobrir o autismo nesta idade só prova o quanto é difícil para as pessoas lidarem com o descaso sobre o espectro, já que apenas privilegiados descobrem o diagnóstico ainda na infância.

“Como todo mundo, a vida em quarentena tirou coisas de mim. Mas encontrei presentes inesperados durante o período em isolamento. Este outono marca um ano desde que recebi meu diagnóstico informal de autismo. Precedido por um autodiagnóstico. Seguido por um diagnóstico formal. Foi um processo longo e cheio de falhas que precisava de atualização. Sou um homem de meia-idade. Não uma criança de 5 anos… Dito isso, reconheço que o acesso a um diagnóstico é um privilégio para poucos.”



Apesar de ser uma celebridade, o astro disse que fará o possível para alertar o público sobre a importância da conscientização, mas não até descobrir o suficiente sobre “o que é autismo”.

“Há uma narrativa cultural que diz que as figuras públicas são essencial para difundir assuntos como esse. Isso não é necessariamente o que vai acontecer aqui. Não sei o suficiente sobre autismo. (Há muito para saber.) No momento, meu trabalho parece estar evoluindo, mas preciso reexaminar cindo décadas de experiência vivida através de um novo olhar e isso levará tempo.”

Aproveite para assistir:

Mesmo assim, ele disse que estará compartilhando inúmeros conteúdos de profissionais e usuários das redes sociais que são engajados pela causa e pelo tratamento dos portadores de autismo.

Por fim, ele agradeceu às pessoas disse que sempre estiveram ao lado dele e lhe deram espaço e oportunidade de se expressar.



“Também quero agradecer às muitas (muitas) pessoas que, consciente ou inconscientemente, me deram espaço extra ao longo dos anos e aos que me oportunidade de me expressar e me mover pelo mundo de uma forma que fizesse sentido para mim, mesmo que não fizesse sentido para eles… Obrigado.”

Confira:

Vale lembrar que Miller também ficou bastante conhecido como o Capitão Frio nas séries ‘The Flash’ eLegends of Tomorrow.

No ano passado, o astro confirmou que não iria retornar para uma a sexta temporada de ‘Prison Break‘, o que acabou fazendo com que os novos epispodios fossem cancelados antes de serem produzidos.

O ator estreou como Michael Scofield na primeira temporada, em 2006, e reprisou o papel nas 4 temporadas seguintes, atuando como co-protagonista ao lado do irmão na tela Dominic Purcell.

No entanto, ‘Prison Break: Resurrection‘ (2017) será a última aparição do personagem, já que Miller agora deseja seguir papeis que ofereçam representação para a comunidade LGBT +.



Em uma postagem no Instagram , ele rebateu os comentários negativos que recebeu em seu perfil e reforçou sua posição ao anunciar sua saída da série.

“Não estou preocupado comigo mesmo. Não posso ser ‘intimidado’ neste espaço. Eu tenho muito poder. ‘Excluir. Desativar.’ Etc. Mas eu levo a sério a possibilidade de crianças LGBTQ visitarem meu Instagram, que recentemente saíram do armário ou estão explorando a ideia…  Em uma nota relacionada … estou fora de Prison Break. Oficialmente. Não se torne estático nas redes sociais (embora isso tenha centrado a questão). Eu só não quero interpretar personagens heterossexuais. Suas histórias foram contadas (e recontadas). Então. Não há mais Michael. Se você era fã da série, esperando por temporadas adicionais… Eu entendo que isso é decepcionante. Eu sinto Muito. Se você está quente e incomodado porque se apaixonou por um homem heterossexual fictício interpretado por um gay de verdade … Esse é o seu problema.”

Comentários

Não deixe de assistir: