Crítica | Kingsman – Serviço Secreto

Crítica | Kingsman – Serviço Secreto

COMPARTILHE!

Jack Bauer? James Bond? Jason Bourne? Depois dos ótimos filmes Kick-Ass e X-Men: Primeira Classe, o cineasta britânico Matthew Vaughn volta às telonas com um filme recheado de grandes e competentes astros que se reúnem para mais uma vez provar que existem blockbusters de qualidade. A mentirada rola solta como nos filmes mais impossíveis já produzidos: homens sendo cortados ao meio, egocêntricos vilões, enormes explosões… mas tudo isso feito com um grande charme que conquista o público rapidamente.

kingsman_1

Na trama, conhecemos a história de Harry Hart (Colin Firth) um homem elegante que faz parte da organização de espionagem secreta denominada Kingsman. Anos atrás, durante uma rotina de treinamentos, um de seus homens morre salvando sua vida. Anos se passam e o filho desse homem que falecera é escolhido por Harry para adentrar ao Kingsman (o Serviço Secreto), só que para isso precisará completar um treinamento insanamente difícil ao lado de outros concorrentes. Em paralelo a isso, Harry e toda Kingsman começam a investigar um milionário do ramo da tecnologia que pretende dominar o mundo.




Kingsman – Serviço Secreto é um filme violento, mas elegante. O roteiro tem um dinamismo enorme. Dois clímax correndo em paralelo é a grande sacada do diretor. Enquanto assistimos ao clímax do treinamento que o personagem principal passa, o outro personagem importante, Harry (Firth), investiga o futuro vilão da história, interpretado pelo sempre excelente Samuel L. Jackson (que tira vários risos da plateia sempre que em cena). O filme é feito para você não tirar os olhos da telona: Ação, comédia e emoção são adicionados na medida certa.

servicosecreto_3

A comédia corre solta, e a cada nova cena um riso novo. Cheio de piadas inteligentes e recheada de sarcasmos em sua execução, Kingsman – Serviço Secreto ainda é super bem interpretado, possui personagens excelentes e que ainda incorporam toda a classe e elegância da terra da rainha. Nomes de personagens como Merlin e Lancelot, mostra como o filme é uma grande excursão britânica com todos os moldes das comédias blockbusters norte-americanas.

Com giros ao melhor estilo ‘Matrix‘, vilã de pernas metálicas, surpresas e traições, Kingsman – Serviço Secreto é um dos melhores blockbusters lançado nesse ano em nosso circuito.




Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «