Por Onde Andam… o elenco de ‘Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado’

Por Onde Andam… o elenco de ‘Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado’

COMPARTILHE!

O Halloween já passou, é verdade. E embora tivesse sido muito legal colocarmos esta edição da coluna Por Onde Andam em outubro, para nós do CinePOP o ano todo é halloween, já que somos aficionados por terror.

Desta vez, nosso alvo é descobrir onde se encontra o elenco de um querido slasher movie, que pegou carona direta no sucesso de Pânico (1996) e sua remexida no gênero no final da década de 1990. É claro que estamos falando do filhote mais querido Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado. Portanto, preparem-se para voltar para a pequena cidade pesqueira de Southport, Carolina do Norte, não esqueçam suas capas, ganchos e galochas, e nada de beber e dirigir. Vem com a gente.

Como sempre, não esqueça de conferir nossas edições passadas da coluna: As Patricinhas de Beverly Hills, Clube dos Cinco, Supergirl – O Filme, A Múmia, American Pie e a franquia Percy Jackson. E também comentem.

Jennifer Love Hewitt (Julie James)

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

Com tantas Jennifer hoje no mercado de Hollywood bombando, vide Jennifer Lawrence, Jennifer Aniston e Jennifer Lopez, nossa querida Jennifer Love Hewitt infelizmente ficou em segundo plano. A atriz começou a carreira ainda bem novinha, no início da década de 1990. Seu auge de popularidade veio justamente na metade da mesma década, quando fez parte da cultuada série adolescente dramática Party of Five (O Quinteto), de onde saiu também Neve Campbell – outra Scream Queen da época. Sua grande chance no cinema veio mesmo quando protagonizou este terror e sua continuação no ano seguinte. Na época, a jovem atriz esteve também na comédia Mal Posso Esperar (1998).

Na TV, quando saiu de Party of Five, teve a chance de protagonizar o próprio derivado de sua personagem, Time of Your Life, que infelizmente durou apenas uma temporada, entre 1999 e 2000. Hewitt também personificou na época uma das maiores lendas de Hollywood, Audrey Hepburn, num filme feito para a TV em 2000. Na década passada se enveredou por comédias românticas pouco assistidas e seus maiores destaques foram em Garfield (2004) e sua continuação (2006). A opção foi pela volta para a TV, onde protagonizou o drama de fantasia Ghost Whisperer, na qual interpretou uma médium que falava com espíritos. A série teve sucesso moderado e durou cinco temporadas, de 2005 a 2010.

Em uma nova investida, esta mais picante, Hewitt protagonizou o programa The Client List (A Agenda Secreta), que utilizava o sex appel e as formas generosas da atriz para “vender seu peixe”, na pele de uma jovem mãe solteira vivendo uma vida dupla como massagista. A série durou apenas duas temporadas, entre 2012 e 2013. Em 2014, a atriz entrou para o elenco fixo da série Criminal Minds (Mentes Criminosas) na pele da detetive Kate Callahan. Suas participações foram exibidas até 2015, quando Hewitt precisou sair do programa devido à sua segunda gravidez. Embora tenha sido divulgado que Hewitt poderia voltar a qualquer momento, ela ainda não retornou ao programa, ou de fato a qualquer outro trabalho com atriz desde então.

Sarah Michelle Gellar (Helen Shivers)

Ah, nossa querida Buffy. Como ainda ocorre até hoje, séries de TV são o canal perfeito para exportar talentos para o cinema. E filmes de terror adolescentes gostam de pescar seus atores em séries de mesma proposta. Portanto, para este slasher de enorme sucesso foram trazidas duas atrizes que se destacavam em séries cultuadas na época. E se Hewitt viveu no filme a atormentada e correta Julie, a boa moça, Sarah Michelle Gellar, que na TV vivia a atrevida Buffy – A Caça Vampiros (durante sete temporadas), sua Helen, a miss da cidade, era igualmente espertinha e cheia de atitude. Gellar não voltou para a continuação (por motivos óbvios), mas viu sua carreira igualmente atingir o ápice no final da década de 1990.

No período, a atriz esteve em Pânico 2 (1997), no romance Simplesmente Irresistível (1999) e no drama Segundas Intenções (1999). Na década seguinte foi Daphne na adaptação do desenho Scooby Doo em live action, em 2002, e em sua continuação em 2004. Além disso, protagonizou o remake do terror japonês O Grito (2004), e descolou trabalho com o cultuado Richard Kelly (de Donnie Darko) em Southland Tales – O Fim do Mundo (2006). Ainda no cinema, deu corpo para a personagem título no drama Veronika Decide Morrer, baseado no livro do nosso Paulo Coelho. Na TV, a atriz não teve tanta sorte depois de Buffy. No suspense Ringer, viveu gêmeas, mas a série durou apenas uma temporada, entre 2011 e 2012.

Sorte parecida teve The Crazy Ones, comédia sobre uma agência de publicidade na qual interpretava a filha do lendário Robin Williams. Dizem que o cancelamento do programa com apenas uma temporada (2013 – 2014) foi um dos motivos do suicídio do humorista, cuja carreira se encontrava em declínio. Em 2016, Gellar reviveu Kathryn Merteuil no episódio piloto da série Cruel Intentions (Segundas Intenções), planejada pelo mesmo Roger Kumble, criador do filme. O piloto não emplacou e sequer uma série virou – se tornando uma destas lendas urbanas que adoraríamos assistir, vide o piloto da série da Mulher Maravilha (2011), com Adrianne Palicki.

Ryan Phillippe (Barry Cox)

Assim como seus colegas de elenco, Ryan Phillippe deve ser muito grato a este filme de terror, por ter colocado seu nome do mapa. Durante o final da década de 1990 seguiram Studio 54 (1998), Corações Apaixonados (1998) – no qual fez par com Angelina Jolie – e Segundas Intenções (1999), voltando a contracenar com a colega Sarah Michelle Gellar. O filme, baseado no romance Ligações Perigosas, de Chorderlos de Laclos, serviu também para a vida pessoal de Phillippe, já que foi responsável por seu relacionamento com Reese Witherspoon, casamento que durou 9 anos e rendeu duas filhas ao casal.

Ao contrário de suas colegas acima, a carreira do ator entrava na nova década projetando seu nome em trabalhos mais significativos, como À Sangue Frio (2000), Ameaça Virtual (2001), Assassinato em Gosford Park (2001), A Estranha Família de Igby (2002), Crash – No Limite (2005) e A Conquista da Honra (2006). Phillippe também se aventurou na telinha, e fez parte do elenco fixo da elogiada Damages, em sua quinta e última temporada, na pele de Channing McClaren em 2012. Em 2015, protagonizou a série de suspense Segredos e Mentiras (Secrets and Lies), no papel de um pai de família acusado do assassinato de uma criança.

Atualmente, protagoniza a série de ação O Atirador (Shooter), releitura do filme homônimo de 2007 protagonizado por Mark Wahlberg, baseado no livro de Stephen Hunter. A série está em sua segunda temporada. Fora isso, o ator foi visto este ano no terror 7 Desejos (Wish Upon), filme que não emplacou muito no gosto do público.

Freddie Prinze Jr. (Ray Bronson)

Assim como Ryan Phillippe foi feliz ao encontrar a companheira no set de Segundas Intenções, Prinze Jr. igualmente saiu com seu maior prêmio de um set de filmagens. Embora tenha trabalhado com a companheira Sarah Michelle Gellar aqui, não fazendo par com ela no filme, foi depois de Scooby Doo (2002) que o casal resolveu se amarrar de vez – casamento que dura até hoje e teve como fruto um casal de filhos. Prinze Jr., que aqui interpreta Ray, o rapaz pobre do grupo, considerado suspeito dos crimes em determinado momento, é outro que retornou para a continuação Eu Ainda Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado, lançada no ano seguinte, que nós como bons trouxas amantes de terror caímos direitinho, e fomos lá prestigiar no cinema.

Depois, como todos os quatro protagonistas, o ator viu um breve deslanchar de sua carreira no fim da década de 1990 e início da de 2000, com filmes como Ela é Demais (1999), Wing Commander – A Batalha Final (2000) – baseado num vídeo game – Louco por Você (2000), Amor ou Amizade (2000) e Jogada de Verão (2001). Na época, também participou de um episódio de Friends (2002), no papel do babá Sandy. Em meados da década passada (2005 – 2006) para ser mais preciso, protagonizou sua própria comédia na TV, intitulada sem muita criatividade Freddie, que também não deu muito certo e durou apenas uma temporada.

Em 2010, o ator participou da décima e última temporada oficial de 24 Horas (contando com Kieffer Sutherland na pele de Jack Bauer como protagonista), na qual viveu Cole Ortiz. Atualmente, Prinze Jr. dubla o personagem Kanan Jarrus na série animada Star Wars Rebels (2014 – 2017).

Bridgette Wilson (Elsa Shivers)

Hoje, Bridgette Wilson-Sampras, tendo adotado o nome do marido, o tenista Pete Sampras, a atriz já era um rosto conhecido quando aceitou o papel de Elsa, a irmã mais velha e amargurada de Helen (Gellar). Em 1995, Wilson teve um divisor de águas na carreira quando participou de três filmes de boa repercussão. Primeiro, o drama mais sério Duro Aprendizado, de John Singleton. Depois, a comédia com Adam Sandler, Billy Madison – Um Herdeiro Bobalhão. E em seguida, o sucesso Mortal Kombat, baseado no vídeo game sensação, o qual muitos ainda defendem como a melhor adaptação do gênero. Uma curiosidade, é que a atriz só foi escalada para viver a heroína Sonya Blade, depois que Cameron Diaz, que havia assinado para viver a personagem, precisou sair quebrando contrato.

Wilson é outra atriz desta lista que não deu muita sorte ao migrar para a telinha. De 2000 a 2001, a atriz participou de The $treet, drama sobre o mercado de ações, que durou apenas uma temporada. Voltando ao cinema na mesma década, ela foi a noiva insuportável de Matthew McConaughey, trocada pela organizadora de casamento Jennifer Lopez, em O Casamento dos Meus Sonhos (2001), e no mesmo ano participou da refilmagem da fantasia Viajantes do Tempo (2001), com Christina Applegate. Seu último trabalho como atriz foi no filme de 2008, uma biografia sobre um boxeador com Ving Rhames, intitulada Punhos de Aço (Phantom Punch).

Anne Heche (Missy Egan)

Anne Heche é outra atriz que já tinha certo nome quando aceitou fazer participação como a doidinha Missy Egan, irmã do sujeito que apareceu morto sem explicação. Brinca-se que aqui Heche estava numa época pré-lesbianismo, já que um tempo depois foi companheira da humorista e apresentadora Ellen DeGeneres. Dizem as más línguas que Heche é lésbica de ocasião e que a personagem de Heather Graham na comédia Os Picaretas (1999) foi baseada nela. Seja como for, Heche no mesmo ano aparecia com destaque em filmes chamativos como Donnie Brasco, no qual viveu a esposa de Johnny Depp, Volcano – A Fúria e Mera Coincidência.

Em 1998, seguiu na promissora carreira, participando de Seis Dias, Sete Noites, fazendo par com Harrison Ford, e no remake polêmico de Psicose, de Gus Van Sant, no papel da protagonista Marion Crane, que havia sido de Janet Leigh. Depois disso vieram participações na penúltima temporada de Ally McBeal – Minha Vida de Solteira (2001), Everwood: Uma Segunda Chance (2004 – 2005), Men in Threes (2006 – 2008) e Hung (2009 – 2011). No fim da década passada e início desta, a carreira de Heche deu uma revigorada no cinema, com obras como Jogando com o Prazer (2009), Os Outros Caras (2010), Um Negócio Nada Seguro (2011), Um Tira Acima da Lei (2011) e Meus Dias Incríveis (2012). Atualmente, a atriz faz parte do elenco da série The Brave, sobre militares infiltrados em ouros países.

Johnny Galecki (Max)

É curioso pensar que a carreira em alta hoje, dentre todos os membros do elenco, é justamente a de um coadjuvante do filme. Galecki, que no filme interpreta Max, o coitado que tem uma paixonite platônica pela protagonista Julie (Hewitt), é o rosto mais conhecido atualmente, tudo por causa da série de comédia The Big Bang Theory, que demonstrou que os nerds estão mais na moda do que nunca. O programa está no ar há mais de dez anos, com um derivado (focado na infância do personagem Sheldon) e duas novas temporadas já garantidas para 2018 e 2019. Na série, Galecki vive o protagonista Leonard. Este ano o ator também marcou presença em O Chamado 3, terceira parte do terror sobre a querida menina do poço Samara.

Muse Watson (Ben Willis)

Quem viu o filme sabe que o infame pescador Ben Willis é o culpado pelos assassinatos. O sujeito havia se livrado do ex-genro, por achar que ele foi o culpado pela morte de sua filha. No caminho de volta do crime, termina atropelado por este turminha do barulho e decide se vingar, já que foi deixado para morrer por eles, e um crime só, é muito pouco no currículo deste senhor mal encarado. Depois de viver o assassino com um gancho no lugar da mão por dois filmes desta franquia, o vilão foi substituído na terceira parte, Eu Sempre Vou Saber o que Vocês Fizeram no Verão Passado (2006), lançado direto em vídeo. Depois do terror, os trabalhos mais marcantes de Watson foram na TV, em séries como Prison Break (2005 – 2008) e em NCIS: Investigações Criminais, série na qual trabalha atualmente na pele de Mike Franks. Uma curiosidade é que Watson voltou a se encontrar com sua vítima favorita, Jennifer Love Hewitt, num episódio da série protagonizada por ela, Ghost Whisperer (2007).

Kevin Williamson (Roteirista)

Normalmente não incluímos roteiristas nesta coluna, apenas os atores e o diretor, mas este é um caso especial. Kevin Williamson foi um nome de destaque para o terror adolescente no fim da década de 1990, e neste caso inclusive destaca-se mais do que o nome do próprio diretor Jim Gillespie (D-Tox). Apesar do filme ser baseado num livro da autora Lois Duncan, o chamariz era o roteiro de Williamson, que havia escrito Pânico (1996) e sua continuação (1997), e seguiria para Halloween H20 (1998) e Prova Final (1998). Seu nome estava quente na época e era sinônimo de filme de terror de qualidade. Além disso, é claro, o escritor criou a série adolescente que foi uma verdadeira comoção, e serviu para revelar Katie Holmes e Michelle Williams: Dawson´s Creek (1998 – 2003). Williamson atualmente tem como créditos a criação da série adolescente The Vampire Diaries (2009 – 2017) e Time After Time (2017), que apresenta o jovem escritor H.G. Wells e sua máquina do tempo.


Crítica | Extraordinário é extraordinário... e vai te fazer chorar litros!


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.